Acesso à informação Portal de Estado do Brasil  
Personal tools
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Página Inicial | Mapa do Site | English | Español
Sections
You are here: Home Imprensa Notícias 2007 Julho 2a semana Boas práticas para as culturas de cupuaçu e mandioca
Boas práticas para as culturas de cupuaçu e mandioca (12/07/2007)
Document Actions
Foto/Arquivo Embrapa
Boas práticas para as culturas de cupuaçu e mandioca

Nesta sexta-feira (dia 13 de julho), na Comunidade Manairão (Estrada de Novo Airão, km 34, Manacapuru-AM), a Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus-AM), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, realiza o curso boas práticas agrícolas nas culturas de cupuaçu e mandioca. Os pesquisadores
Aparecida Claret e Miguel Dias serão os instrutores do evento,que conta com o apoio do técnico Antonio Sabino.
O curso será direcionado aos agricultores familiares daquela comunidade, que solicitaram o treinamento com a finalidade de melhorar a produtividade de suas plantações. Serão abordadas questões relacionadas a técnicas de cultivo, manejo integrado de pragas e doenças, colheita, beneficiamento e comercialização. O processo de aprendizagem envolverá aulas teóricas e práticas.
A Embrapa já desenvolveu e disponibilizou vários clones de mandioca de elevada produtividade e resistência a doenças para cultivo em áreas de várzea e de terra-firme. Zolhudinha, Mãe Joana,  Amazonas Embrapa 8 e BRS Purus são algumas das variedades recomendadas.
Conforme Miguel Dias, a utilização desses clones, associada às tecnologias indicadas, como manejo do solo e da planta, rotação de culturas, seleção do material de plantio, espaçamento, época de plantio e colheita, proporciona ao produtor, que normalmente tem rendimento médio de 10 toneladas por hectare, incremento da ordem de 294% com a BRS-Purus, 100% com a Amazonas Embrapa-8 e 80% com os clones Zolhudinha e Mãe Joana, respectivamente.
O cupuaçu é a fruteira nativa mais explorada comercialmente na região Norte, tendo seu fruto aproveitamento integral na agroindústria. Apresenta diferencial em relação a outras frutíferas por ter características tecnológicas superiores, como alto rendimento em polpa e elevada acidez. No curso serão repassadas os cuidados que o produtor rural deve adotar para ter a garantia de lucro na hora da colheita.
A Embrapa Amazônia Ocidental indica clones promissores, que têm apresentado boa  produtividade e recomendações técnicas para o controle da vassoura de bruxa, doença que ataca a planta e pode dizimar os plantios, além dos cuidados de pós-colheita, importantes para garantir a produtividade do pomar.
A pesquisadora Aparecida das Graças Claret, que desenvolve estudos com acultura do cupuaçu, explica que o mercado consumidor está cada vez mais exigente com a qualidade dos alimentos, ou seja, com a segurança alimentar. ``Alimentos seguros são aqueles que não apresentam riscos à saúde do consumidor``, explica a pesquisadora.
Do cupuaçu se apoveita a polpa na indústria de processamento, sendo utilizada como suco, sorvete, doce, geléia, néctar, iogurte, biscoito e outras iguarias,  e na indústria de cosméticos. Das amêndoas pode-se obter um produto semelhante ao chocolate, denominado cupulate. A casca pode ser aproveitada na produção de adubos.
Os cuidados para obter um produto de qualidade devem ser redobrados após a maturação do fruto de cupuaçu. Primeiramente não deixar o fruto caído debaixo da planta por muito tempo. O ideal é fazer a colheita todos os dias para garantir a qualidade do fruto, por que se permanecer por muito tempo na área de plantio, ele vai perder umidade, aroma, favorecer a contaminação pelo contato direto com o solo.
Os frutos apanhados na área de plantio não devem ser ficar amontoados, porque a temperatura nesta situação aumenta e com isto a taxa de respiração e transpiração sobem e a deterioração do fruto é mais rápida devido a maior perda de água. Portanto os frutos devem ser levados para área de beneficiamento (despolpamento), embalagem e armazenamento.  Deve ser feita uma seleção dos frutos, eliminando os que apresentarem manchas escuras na casca, que normalmente estão afetados pela doença vassoura de bruxa, e portanto a polpa fica com aspecto escurecida/danificada  e não serve para o consumo.
Os frutos com sinais da presença da broca do fruto, que são furos pequenos e arredondados na casca, que normalmente apresentam larvas em seu interior também devem ser eliminados, porque não possuem qualidade. Se a polpa destes frutos for misturada com a polpa de frutos sadios irá causar prejuízo para o produtor porque haverá contaminação de toda polpa.
Outro aspecto importante que deve ser observado é que o produtor não deve congelar a polpa com sementes. Além de perder qualidade, está pratica favorece muito a contaminação da polpa devido ao manuseio excessivo. Alias não é recomendado congelar, descongelar e congelar novamente nenhum produto alimentício.
Maria José Tupinambá (MTb 114/AM)
Fone (92) 3621-0352
E-mail: maria@cpaa.embrapa.br

Pesquisar
neste portal
em toda a Embrapa


Índice A-Z
A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

Fale Conosco

Twitter    Facebook    Youtube
Agenda de Eventos
3ª Mostra de máquinas e inventos para a agricultura familiar 08/05/2014 a 10/05/2014 Pelotas/RS
VI Congresso Brasileiro de Mamona 12/08/2014 a 15/08/2014 Fortaleza, CE
Simposio Latino Americano de Canola - SLAC 19/08/2014 a 21/08/2014 Embrapa Trigo, Passo Fundo, RS
Veja mais…
Enquete
Como você classifica a experiência de navegação no Portal:







Mais enquetes…