Acesso à informação Portal de Estado do Brasil  
Personal tools
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Página Inicial | Mapa do Site | English | Español
Sections
You are here: Home Imprensa Notícias 2004 Março Curso mostra vantagens do cultivo de peixes em tanques-rede
Curso mostra vantagens do cultivo de peixes em tanques-rede (25/11/2004)
Document Actions
A Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus, AM), unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) promovem sexta-feira (12/03) curso de piscicultura em tanques-rede, no município de Iranduba (AM).

A atividade vai expor aos futuros piscicultores os resultados obtidos até o momento com a criação de tambaqui que vem sendo desenvolvida há seis meses no Lago do Ariauzinho, com recursos da Finep/Fucapi e Banco da Amazônia. O curso será ministrado no Campo Experimental da Embrapa no Caldeirão e será direcionado, exclusivamente, aos ribeirinhos daquela localidade. Cerca de 70 pessoas estão inscritas.

De acordo com o pesquisador da Embrapa, Levy Gomes, o sistema de criação em tanques-rede vem sendo amplamente difundido na Amazônia por ser uma tecnologia relativamente barata e simples. Aliado a este fato, está a imensa riqueza de lagos e reservatórios na região com potencialidade para a implantação deste tipo de projeto e principalmente por poder ser implantado em escala familiar.

Nos experimentos situados no lago do Ariauzinho, estão sendo avaliados a qualidade da água, alimentação, crescimento, parasitologia, recria em tanques-rede e análises econômica de criação de tambaqui. Esses temas serão abordados pelos pesquisadores no curso de sexta-feira, que vai ainda mostrar todos os resultados alcançados até o momento e espera-se, conforme a pesquisadora Edsandra Chagas, da equipe da Embrapa, nivelar o conhecimento dos potenciais produtores daquela região.

Segundo Rodrigo Roubach, pesquisador do Inpa, o objetivo geral do Projeto é adaptar e transferir uma tecnologia existente, tanques-rede, para o cultivo de tambaqui e matrinxã em nível familiar. E, mais especificamente pretende-se introduzir o uso de tanques-rede em pequenas comunidades rurais para a criação de peixes amazônicos; verificar a eficiência do conteúdo nutricional de frutos e sementes de áreas inundáveis na alimentação e crescimento de espécies ícticas com potencial à piscicultura; avaliar o estado de saúde e presença de infrapopulações de parasitas em tambaqui e matrinxã cultivados em tanques- rede, testar tratamentos e avaliar o impacto ambiental da introdução deste sistema de cultivo nas áreas estabelecidas

O projeto "Tanques-rede: tecnologia para o cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum) e matrinxã (Brycon cephalus) a nível familiar", coordenado pelo pesquisador Nestor Lourenço, tem como instituições envolvidas: Fucapi, Embrapa, Inpa, Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia. É apoiado financeiramente pelo Banco da Amazônia e pela Financiadora de Projetos de Pesquisa (Finep), através do Convênio Ref. 2147/02 e n.º 22.02.0419.00, com recursos do Fundo Verde Amarelo do Governo Federal. Foi um dos contemplados pela Finep dentro do Programa Plataformas Tecnológicas/ Arranjos Produtivos Locais. Iranduba foi uma das três localidades do interior do Estado do Amazonas escolhida para servir de sede dos experimentos quanto ao uso de tanques-rede para cultivo de tambaqui.

Na metodologia adotada para o projeto, explica Alessandro Trindade, assessor da presidência da Fucapi, previu-se que quando os resultados experimentais são aceitáveis do ponto de vista técnico-biológico, seria preciso avaliar se os moradores da região estariam interessados e se dispõem dos recursos e da capacidade para implementar a técnica no seu dia-a-dia.

"Nesse ponto, um curso de curta duração, acompanhado de uma avaliação sócio-econômica seriam as ferramentas utilizadas para conhecer os moradores da região, comunicar os resultados do experimento, avaliar a aceitação do mesmo, verificar o nível de acompanhamento dos resultados do projeto, colher informações sobre possíveis necessidades. Em suma, toda informação necessária para que a técnica possa ser utilizada com sucesso pelos moradores da região e para que a metodologia esteja sempre em rocesso de melhoria contínua", informa. As demais localidades a serem contempladas pelo projeto serão: Fonte Boa e Maués.


Maria José Tupinambá - MTb 114/AM
Embrapa Amazônia Ocidental
Contatos: 92 9132-1112 - maria@cpaa.embrapa.br
 
Tema: Produtos Agropecuários\Pequenos Animais\Peixes
 
Pesquisar
neste portal
em toda a Embrapa


Índice A-Z
A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

Fale Conosco

Twitter    Facebook    Youtube
Agenda de Eventos
3ª Mostra de máquinas e inventos para a agricultura familiar 08/05/2014 a 10/05/2014 Pelotas/RS
VI Congresso Brasileiro de Mamona 12/08/2014 a 15/08/2014 Fortaleza, CE
Simposio Latino Americano de Canola - SLAC 19/08/2014 a 21/08/2014 Embrapa Trigo, Passo Fundo, RS
Veja mais…
Enquete
Como você classifica a experiência de navegação no Portal:







Mais enquetes…