Acesso à informação Portal de Estado do Brasil  
Personal tools
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Página Inicial | Mapa do Site | English | Español
Sections
You are here: Home Imprensa Notícias 2005 Dezembro 4a. Semana Controle sustentável de praga da goiabeira é avaliada em projeto de pesquisa
Controle sustentável de praga da goiabeira é avaliada em projeto de pesquisa (20/12/2005)
Document Actions
São crescentes os registros de infestação nos pomares de goiaba no Vale do São Francisco do inseto conhecido como psilídeo. Nas áreas de cultivo dos estados de Pernambuco e Bahia, com 4.500 hectares, os sintomas dessa praga estão presentes em um número cada vez maior de propriedades. Os danos potenciais que são capazes de causar podem reduzir a zero a produtividade das plantas. A presença do psilídeo da goiabeira, também, é relatada em outros estados como São Paulo, Maranhão, Goiás, Paraná.

O psilídeo é um inseto sugador de seiva, de coloração esverdeada e que mede de 2,0 a 2,4 mm comprimento. Sua ação sobre as goiabeiras deixa efeitos bem visíveis: folhas encrespadas com aparência de necroses em toda a sua superfície; em conseqüência, impedem as plantas de desenvolverem suas brotações; e comprometem a formação e produção de frutos. São efeitos severos que afetam o desempenho econômico dos cultivos, afirma a pesquisadora Flávia Ra­belo Barbosa, da Embrapa Semi-Árido. Para o controle da praga, ainda que pressionados pelos riscos de perdas, os produtores não devem recorrer ao uso exclusivo de agrotóxicos.

Monitoramento – As mudanças ambientais causadas pela expansão dos cultivos irrigados alte­raram as dinâmicas de funcionamento dos agroecossistemas nas áreas de plantio. Esta situa­ção resultou no aparecimento de problemas fitossanitários, como o aumento da população de psilídeo – que tem se intensificado a partir de 1995 quando o Vale começa a despontar como o mais novo pólo de produção de goiaba no Brasil.

Na Embrapa Semi-Árido (Petrolina-PE), unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento,  pesquisas avaliam o emprego de agrotóxicos, só que de forma racional e observando a seletividade dos inseticidas para os inimigos naturais, ou seja, que sua ação seja a menos danosa possível para os parasitóides e predadores da praga. As pesquisas estudam também o comportamento do inseto no pomar e a forma como se relaciona com o ambiente.

A exemplo do que já  é feito para as culturas da manga e da uva nos programas de produção integrada, a pesquisadora propõe aos produtores o controle do inseto de maneira sustentável. Preservar a vegetação natural vizinha às áreas cultivadas é uma medida que ajuda no controle da praga, revela os estudos realizados pela pesquisadora. Além disso, a vigilância do pomar deve ser redobrada logo após a poda, quando os danos do inseto são irreversíveis. Ela enfatiza que ao primeiro sinal do psilídeo no pomar não é necessário sair pulverizando as plantas de goiaba. As excessivas pulverizações provocam impactos ambientais negativos.

O monitoramento da evolução da infestação do inseto na cultura realizado pela pesquisadora da Embrapa fornece aos produtores informações importantes para o manejo e controle da praga. Baseado nele é que se constatou que a goiabeira pode suportar até 30% de galhos infestados pelo psilídeo sem que ocorra redução significativa na quantidade e peso dos frutos por planta.

Apenas quando atingir este percentual de infestação é que a ação da praga passa a afetar economicamente o desempenho do pomar. Portanto, só a partir desse índice de infestação é recomendado o uso de agrotóxicos, que deve ser aplicado em doses adequadas que na exterminem os potenciais inimigos naturais do psilídeo, nem tampouco, deixem os frutos com altos percentuais de resíduos químicos, o que coloca em risco a saúde do consumidor e a sustentabilidade do ambiente.

Mais informações:
Flávia Rabelo Barbosa
Embrapa Semi-Árido
Contato: flavia@cpatsa.embrapa.br

Marcelino Ribeiro (1127 DRT/BA)
Embrapa Semi-árido
Contatos: (87) 3862 1711 - marcelrn@cpatsa.embrapa.br
Pesquisar
neste portal
em toda a Embrapa


Índice A-Z
A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

Fale Conosco

Twitter    Facebook    Youtube
Agenda de Eventos
3ª Mostra de máquinas e inventos para a agricultura familiar 08/05/2014 a 10/05/2014 Pelotas/RS
VI Congresso Brasileiro de Mamona 12/08/2014 a 15/08/2014 Fortaleza, CE
Simposio Latino Americano de Canola - SLAC 19/08/2014 a 21/08/2014 Embrapa Trigo, Passo Fundo, RS
Veja mais…
Enquete
Como você classifica a experiência de navegação no Portal:







Mais enquetes…