Nossas metodologias

 



>>Aplicação

Transformação genética de Setaria viridis via Agrobacterium tumefaciens. O protocolo foi desenvolvido no LGB e apresentou eficiência de transformação maior quando comparado a outros protocolos publicados.

>>Veja a descrição da metodologia

Link

 



>>Aplicação

Determinação quantitativa de gossipol, mesmo em níveis baixos, em caroço e torta de algodão.

>>Veja a descrição da metodologia

Link

 



>>Aplicação

Quantificação de metabólitos intracelulares em amostras de leveduras fermentadoras de xilose.

>>Veja a descrição da metodologia

Link

 



>>Aplicação

O método se aplica na determinação de metabólitos expressados em folhas de dendê, utilizando UHPLC-MS/MS e quimiometria por análise multivariada de dados, que pode ser usada para diferenciar plantas com e sem amarelecimento fatal.

>>Veja a descrição da metodologia

Link 1 | Link 2

 


>>Aplicação

Esta metodologia se aplica à caracterização química de bagaço de cana-de-açúcar em relação aos teores de extrativos, celulose, hemicelulose e lignina. A metodologia utilizada na Agroenergia foi estabelecida a partir de estudo interlaboratorial conduzido pelo National Renewable Energy Laboratory (NREL). Após este estudo, foi constituída uma comissão com a ABNT e representantes de várias instituições de pesquisa no Brasil com o objetivo de se padronizar a metodologia de caracterização química de bagaço de cana-de-açúcar.

>>Veja a descrição da metodologia

Link 1 | Link 2