Fungo filamentoso geneticamente modificado para o aumento de produção de enzimas degradadoras de polissacarídeos

 

 

 

 Sumário gráfico

 

 Panorama da
 Tecnologia

 

Fungo filamentoso proveniente do bioma Amazônico que produz um complexo celulolítico balanceado e apresenta cinética de produção rápida para endoglicanases e betaglicosidases, quando comparado à estirpe mutante industrial melhorada T. reesei Rut C-30. Os transformantes obtidos são geneticamente estáveis e produzem enzimas (endoglicanases, xilanase, poligalacturonase, pectina liase, amilase) tanto em condições indutoras (presença de polissacarídeos) quanto em condições repressoras (presença de glicose) em meio de cultura sólido sintético. Os eventos transformantes (27 linhagens OGM) apresentam superioridade de 200% a 300% na produção de enzimas em comparação com a estirpe parental selvagem.

 

 Vantagens e  Diferenciais
 da Tecnologia

 

- Estirpes geneticamente modificadas (GM) com aumento de produção de celulases e hemicelulases mesmo em condições repressoras (presença de glicose)

- Estabilidade genética

 

 Aplicações

 

- Hidrólise enzimática de biomassa lignocelulósica;

- Indústria têxtil

- Indústria de alimentos, bebidas e rações

 

 

 Estágio de
 desenvolvimento

 

 Oportunidades
 para transferência
 de tecnologia

 

- Cooperação Técnico-Científica (co-desenvolvimento).

 

 Responsável

 

Léia Cecília de Lima Fávaro