Linhagem de Komagataella phaffii (Pichia pastoris) produtora de ácido xilônico

 

 

 

 Sumário gráfico

 

 Panorama da
 Tecnologia

 

Linhagem da levedura Komagataella phaffii (Pichia pastoris) modificada geneticamente para expressão de gene heterólogo para conversão de xilose a ácido xilônico. A levedura é capaz de converter xilose a ácido xilônico utilizando ou não glicerol como co-substrato durante o cultivo.

 

 Vantagens e  Diferenciais
 da Tecnologia

 

- Produção de ácido xilônico a partir de recursos renováveis

- Processo de produção simplificado

 

 Aplicações

 

- Ácido xilônico pode ser aplicado diretamente como dispersante em cimento, agente complexante ou quelante de íons, agente clarificante de poliolefinas, antibiótico, aditivo para melhorar a absorção de vitamina C, redução de acrilamida em alimentos cozidos, branqueamento de têxteis, galvanoplastia, biopesticidas, retardador para poços de petróleo e como substituto do ácido glucônico em produtos não alimentícios.


- O ácido xilônico pode ser utilizado como modificador ou precursor para a síntese de 1,2,4-butanotriol,  co-poliamidas, poliéster, hidrogel e etileno glicol.

 

 

 Estágio de
 desenvolvimento

 

 Oportunidades para
 transferência de  tecnologia

 

- Cooperação Técnico-Científica (co-desenvolvimento).

- Fornecimento de Tecnologia

- Incubação de Empresas de Base Tecnológica e geração de spinoffs/start-ups.

 

 Responsável

 

João Ricardo Moreira Almeida