Projetos

Melhoramento genético de batata-doce para regiões tropicais e subtropicais do Brasil

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: MELO, Claudio Bezerra

A batata-doce apresenta elevada produção mundial, estando entre as principais culturas do mundo, principalmente nos países em desenvolvimento. Além do consumo fresco, a batata-doce possui diversas possibilidades de processamento, o que vem chamando a atenção da indústria para formas diferenciadas de produtos que podem ser disponibilizados para esse mercado com demanda crescente. A rusticidade dessa cultura permite que seja produzida em condições de menor fertilidade e disponibilidade hídrica, de preferência em solos arenosos. Entretanto, as cultivares disponíveis no mercado brasileiro carecem de uma combinação importante de características de resistência ou tolerância a doenças e pragas, qualidade pós-colheita e sensorial, arquitetura de planta, produtividade e precocidade. Além disso, apesar de ser uma espécie cultivada há bastante tempo no Brasil, muitas questões técnicas ainda precisam ser solucionadas para que o produtor tenha um maior conhecimento em tecnologia que melhore a eficiência do processo de produção nos diferentes ambientes de plantio de batata-doce no país. Nesse contexto, foi estruturado um programa de melhoramento genético de batata-doce, com uma equipe multidisciplinar capaz de responder às demandas da cadeia de valor de hortaliças de maneira sustentável, por meio do lançamento de novos clones, desenvolvimento de novas tecnologias e aprimoramento do conhecimento sobre a cultura. As ações buscam desenvolver clones de batata-doce promissores, via melhoramento genético, com resistência múltipla a pragas e doenças, qualidade agronômica e de pós-colheita para regiões tropicais e subtropicais do Brasil.

Situação: concluído Data de Início: 09/2016 Data de Finalização: 08/2020

Unidade Lider: Embrapa Hortaliças

Líder de projeto: Larissa Pereira de Castro Vendrame

Contato: larissa.vendrame@embrapa.br

Galeria de imagens