Projetos

Filtrar por:

Situações
Ecossistemas
Regiões
Macroprogramas
Portfólios
Arranjos
Ordenação: data  |  alfabética
 

A Embrapa Agrossilvipastoril implantou, na safra 2011/2012, um experimento em larga escala onde são monitorados, em 10 sistemas de produção, diversos indicadores de sustentabilidade para monitorar as interações bióticas e abióticas nos sistemas integrados de produção. As ações previstas neste projeto buscam atender a demanda crescente por tecnologias, conhecimento e inovação voltados para a viabilidade de sistemas integrados de produção agropecuária frente ao aumento das exigências pela exploraç ...

Situação: concluído     Data de Início: 01/07/2017

O projeto consiste em desenvolver, avaliar e validar a sustentabilidade sócio-ambiental e tecno-econômica de sistemas de produção de leite baseados em integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF).

Situação: concluído     Data de Início: 01/05/2011

O objetivo do projeto de pesquisa é estudar o potencial de produção e a dinâmica de degradação e ciclagem de nutrientes da palha nos experimentos de rotações de culturas manejadas com sistema Plantio Direto e de sequencia de culturas de sistemas de produção baseados na estratégia integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) nas condições do estado de Mato Grosso.

Situação: concluído     Data de Início: 01/09/2016

Sistemas agrossilvipastoris vêm ganhando mais espaço na pecuária nacional. Devido suas condições microclimáticas, é considerado uma alternativa viável para prover maior conforto e produtividade animal. As parasitoses prejudicam o desempenho impossibilitando a obtenção do potencial genético máximo de produção. Do ponto de vista epidemiológico, sistemas integrados podem funcionar como fator de risco para a ocorrência das helmintoses devido suas condições de microclima. O objetivo desta proposta

...

Situação: concluído     Data de Início: 01/06/2015

A Transferência de Tecnologia (TT) e Comunicação no sistema Embrapa tem sido aprimorada nos últimos anos, após passar por três fases que acompanharam de perto as mudanças no agronegócio brasileiro e a evolução das tecnologias geradas pelas ações de P&D da empresa. A primeira fase era focada no produtor, a segunda atuou de forma mais sistêmica e, a terceira, aproximando-se mais da iniciativa privada, de forma a abranger novas oportunidades, adaptar-se a tecnologias de comunicação emergentes e

...

Situação: concluído     Data de Início: 01/10/2008