Publicações

Breve análise sobre o atraso das chuvas em Mato Grosso durante o período de plantio da safra de soja 2015/2016.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Autoria: ZOLIN, C. A.; LULU, J.; ASSAD, E. D.

Resumo: A produção agrícola de Mato Grosso ocupa posição de destaque no cenário nacional e internacional, com importante contribuição para o PIB agrícola do Brasil. O sucesso da produção de grãos e fibras em Mato Grosso depende fortemente da distribuição (temporal e espacial) adequada das chuvas durante o período de desenvolvimento das lavouras. As restrições hídricas nos períodos críticos para as culturas podem aumentar os custos de produção devido à necessidade de replantios, bem como impactar a produtividade das culturas, resultando em menor rentabilidade para os produtores. Na safra 2015/2016, Mato Grosso vivenciou uma das piores estiagens durante o desenvolvimento da cultura da soja, com atraso das chuvas em mais de três meses em algumas regiões. Vários relatos da necessidade de replantios e até perda total das lavouras feitos pelos produtores do estado foram corroborados pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (IMEA), que apontou quedas expressivas na produção de soja na safra de 2015/2016. Este documento busca apresentar uma breve análise sobre as condições agrometeorológicas em Mato Grosso durante a safra da soja 2015/2016, com o objetivo de contribuir com a identificação e o levantamento das regiões mais impactadas do estado.

Ano de publicação: 2016

Tipo de publicação: Livros