Publicações

Qualidade de água e produtividade de camarão e de alface em aquaponia em leitos cultivados semissecos.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Autoria: LIMA, J. de F.; BASTOS, A. M.

Resumo: Sistemas mistos, que unem a produção aquícola em recirculação com a produção de hortaliças (aquaponia), têm demonstrado viabilidade econômica e técnica, possibilitando a criação de diversas espécies de animais e vegetais. O presente trabalho objetivou avaliar a eficiência de um sistema de recirculação com leitos cultivados semissecos no tratamento de efluentes do camarão-da-amazônia Macrobrachium amazonicum, em três densidades de armazenamento: 40, 80 e 120 pós-larvas m-2 e também avaliar a produtividade da produção de camarão e alface após o período de 110 dias de cultivo. Os seguintes parâmetros de qualidade de água foram monitorados: sólidos totais dissolvidos, turbidez, oxigênio dissolvido, pH, temperatura, condutividade elétrica, amônia total, nitrito, nitrato, potássio e fosfato inorgânico dissolvido. Os resultados demonstraram que o sistema de recirculação de aquaponia utilizando leitos cultivados semissecos com alface foi satisfatoriamente eficiente no tratamento da água tornando-a apropriada para o cultivo do camarão nas densidades testadas. Macrobrachium amazonicum demonstrou ser uma espécie tolerante ao aumento da densidade. Densidades de 80 e 120 camarões m-2 levam a espécie a uma clara quebra de hierarquia populacional, promovendo maior uniformização do plantel cultivado. Os nutrientes presentes no sistema não foram suficientes para uma adequada produção de alface, havendo a necessidade de suplementação, especialmente com nutrientes como cálcio, potássio e magnésio, no sistema.

Ano de publicação: 2019

Tipo de publicação: Folhetos

Unidade: Embrapa Amapa