Transferência de Tecnologia

A Transferência de Tecnologia (TT) atua com ações voltadas ao acesso às tecnologias, produtos e serviços gerados pelas pesquisa agropecuária, tendo como base a interação com as instituições de assistência técnica e extensão rural do Estado do Amapá e com outros segmentos que demandam inovações para o desenvolvimento do setor produtivo.
Por meio dos setores de prospecção de demandas e de implementação da agenda de TT, são realizadas ações de disseminação de tecnologias, e/ou adaptação das mesmas às condições de determinado segmento produtivo local. Esta atuação gera como impacto a mobilização e a efetiva participação dos parceiros estratégicos da Embrapa na implementação do desenvolvimento tecnológico da agropecuária no estado.

Frutiindo – ABC da Agricultura Familiar

Desenvolvido com parceria do Conselho dos Caciques dos Povos Indígenas do Oiapoque (CCPIO), Fundação Nacional do Índio (Funai), Instituto de Pesquisa e Formação Indígena (Iepé), Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e Instituto de Conservação Ambiental – The Nature Conservancy do Brasil (TNC/Brasil).

O objetivo principal deste projeto é formar agentes multiplicadores (comunidades indígenas do município de Oiapoque- AP) em manejo de açaí, banana e citros, facilitando o acesso à inovações e tecnologias.

O projeto também é voltado para o incentivo à produção equilibrada e rentável das frutíferas, contribuindo para o aumento da produtividade e garantia da segurança alimentar, redução dos ciclos de produção e criação de novos canais de comercialização nas Terras Indígenas de Oiapoque.

Projeto InterAgindo
O projeto atende as demandas da produção, comercialização e informação tecnológica sobre Agroecologia, incluindo a formação de uma rede relacionada com o tema. Está fundamentado em três eixos básicos:
 
  • Criação de uma rede agroecológica.
  • Formação e informação agroecologia.
  • Fortalecimento da comercialização através de mercados justo e solidário para produtos agroecológicos. 
 
Atualmente, o projeto conta com cerca de 30 instituições vinculadas, entre elas associações, cooperativas, instituições públicas municipais, estaduais, federais e internacionais, sem contar produtores rurais com ações isoladas.
 
Transferência de Tecnologias para Escolas Famílias Rurais do Amapá
 
Este projeto é direcionado às cinco Escolas Famílias Rurais (Agrícolas e Agroextrativistas) em atividade atualmente ano estado do Amapá. Estas instituições de ensino praticam a metodologia de ensino Pedagogia da Alternância, que é baseada na permanência do aluno na escola em regime de semi-internato durante duas semanas e mais duas semanas em permanência nas suas unidades familiares de produção, para aplicação dos conhecimentos adquiridos na escola.
 
Entre os objetivos deste projeto estão a capacitação de agentes multiplicadores (alunos e pais de alunos, todos agricultores de base familiar) para difusão e transferência de conhecimentos e tecnologias, o incentivo à produção de mudas frutíferas para agricultura familiar, a redução da prática de uso do fogo na agricultura e incentivo ao plantio direto, o estímulo à criação de abelhas e ao uso de sistema de irrigação para agricultura familiar.