Melhoramento genético do guaranazeiro

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: ROSA, Felipe Santos da

O guaranazeiro (Paulinia cupana var. sorbilis) é uma espécie nativa da Amazônia que tem sido utilizada por algumas sociedades indígenas há séculos, se não milênios, devido às suas propriedades estimulantes e medicinais. Seu fruto, o guaraná, vem assumindo importância crescente no agronegócio nacional, tornando-se importante insumo para indústrias de refrigerantes e cosméticos. Hoje existe no Brasil uma área plantada de 15.321 hectares (ha) e uma área colhida de 14.904 ha, com produção de 3.056 toneladas (t) de sementes secas e um rendimento na ordem de 205 kg/ha, com base na área colhida que corresponde a 97% da área plantada (IBGE, 2010). No Amazonas, nos últimos cinco anos, houve uma tendência de aumento na produção. Os maiores produtores de guaraná no Estado, no ano de 2008, de acordo com o IBGE (2010), foram os municípios de Maués (300 t), Presidente Figueiredo (140 t), Itacoatiara (60 t) e Urucará (60 t). A produção estadual foi de 751 t, com produtividade de 96 kg/ha de semente seca, abaixo da produtividade da Bahia (318 kg/ha), maior produtor brasileiro (IBGE, 2010). Este projeto buscou dar continuidade ao Programa de Melhoramento do Guaranazeiro, desenvolvendo variedades melhoradas de guaranazeiro com alta produtividade e com diversidade genética suficiente para enfrentar os fatores bióticos e abióticos que afetam a cultura no Estado do Amazonas e nas regiões produtoras, reduzindo assim as perdas de safra decorrentes de ataques de pragas e incidência de doenças que desestimulam sobremaneira o cultivo.

Situação: concluído Data de Início: Fri Apr 01 00:00:00 BRT 2011 Data de Finalização: Tue Mar 31 00:00:00 BRT 2015

Unidade Lider: Embrapa Amazônia Ocidental

Lider do Projeto: André Luiz Atroch

Contato: andre.atroch@embrapa.br

Galeria de imagens