Laboratório de Sementes Florestais 

 

A utilização racional e conservação da floresta tropical úmida na Amazônia brasileira ensejou em 1993 um acordo de cooperação Ambiental Brasil-Reino Unido, através do DIFD - Departamento for International Development, para desenvolver pesquisas visando o uso sustentável da floresta. No âmbito dessa cooperação foi planejado o Laboratório de Sementes Florestais, da Embrapa Amazônia Oriental, com objetivo de realizar pesquisas para determinação da qualidade dos lotes de sementes de espécies florestais, dentre elas: extração, beneficiamento, caracterização biométrica frutos e sementes, conservação do poder germinativo, comportamento fisiológico durante o armazenamento, testes de germinação, teste de viabilidades e superação de dormência para o desenvolvimento de protocolos de análises.

   São realizadas também pesquisas sobre os aspectos ecológicos que envolvem o processo de formação das sementes florestais tais como a fenologia reprodutiva, além de promover a conservação das florestas realizando inventário florestal com implantação de Área para a Coleta de Sementes (ACS) com matrizes selecionadas, permitindo assim o uso dos recursos naturais, mantendo a floresta em pé.

O laboratório conta também com um viveiro florestal para a realização de  pesquisas referentes a produção de mudas visando apoiar os projetos de manejo, conservação e recuperação de áreas degradadas.           

 

EQUIPE

Elizabeth Santos Cordeiro Shimizu - Coordenadora
Jorge de Almeida - Substituto
Noemi Vianna Martins Leão 
Alethéa Fernanda Lisboa Almeida
Joel Pantoja de Souza
Valdemir Rodrigues de Lira

 

CONTATO

(91) 3204-1080

cpatu.protocolo@embrapa.br