Banco de Germoplasma de Arroz e Feijão

O futuro dos programas de melhoramento depende da disponibilidade de material genético representativo da diversidade genética da espécie para que novas variedades melhoradas possam ser desenvolvidas. A competitividade da agricultura brasileira, conquistada com grande esforço e forte participação da Embrapa nestes 30 anos, depende do sucesso em manter a variabilidade genética das espécies de importância atual e potencial para a agricultura, e do desenvolvimento de novas e melhores variedades de plantas. Como parte do cumprimento da missão da Embrapa destacam-se a conservação de recursos genéticos em bancos de germoplasma e o desenvolvimento, com base neste germoplasma, de novas variedades de plantas através dos programas de melhoramento genético.

O Banco Ativo de Germoplasma de Arroz e Feijão (BAG Arroz e Feijão) da Embrapa foi criado em 1975, teve suas atividades iniciadas em 1976. Com um acervo de 27.006 acessos de arroz e 17.346 acessos de feijão, o BAG Arroz e Feijão é o maior banco ativo de germoplasma da Embrapa e constitui-se na maior coleção de germoplasma de arroz e feijão do Brasil. Nele são encontradas sementes de cultivares, variedades tradicionais, linhagens mutantes, populações e exemplares de espécie silvestres, parentes próximas do arroz e feijão, coletadas no Brasil e/ou recebidas dos mais diversos países do mundo. A conservação e o uso sustentável deste acervo é fundamental para o futuro da pesquisa e do cultivo de arroz e feijão em nosso país. Além das atividades de rotina para manutenção do banco, atividades de pesquisa e intercâmbio de germoplasma também são realizadas pelo BAG Arroz e Feijão.

Curador de arroz: Paulo Hideo Nakano Rangel

Curador de feijão: Jaison Pereira de Oliveira

Solicitação de germoplasma

O BAG Arroz e Feijão (http://mwpin026.cenargen.embrapa.br:8080/alelo/) realiza, gratuitamente, o intercâmbio de acessos de arroz e feijão. Para arroz, são disponibilizados 5 g e, para feijão, 8 g por acesso.

Envie um e-mail para cnpaf.bagarrozfeijao@embrapa.br com a lista de materiais para intercâmbio. Será verificada a disponibilidade dos mesmos em nosso acervo. Essa consulta também pode ser feita no site http://alelobag.cenargen.embrapa.br/AleloConsultas/Passaporte/busca.do

Entraremos em contato para os procedimentos adicionais.

Solicitações nacionais

No caso de cultivares lançadas, não há necessidade de estabelecimento de Acordo de Transferência de Materiais (ATM) para a realização do intercâmbio, e o envio é imediato.

Para variedades tradicionais, linhagens do programa de melhoramento e acessos silvestres, é necessário o estabelecimento de um ATM. Da solicitação até o envio do material, decorrem, em geral, 4 meses.

Solicitações internacionais

É necessário o estabelecimento de ATM para todos os casos de intercâmbio internacional. Da solicitação até o envio do material, decorrem, no mínimo, 6 meses.