Curso

Boas práticas agrícolas na produção do abacaxi com sustentabilidade

Agendar 2019-06-10 2019-06-14 America/Sao_Paulo Boas práticas agrícolas na produção do abacaxi com sustentabilidade <div>O abacaxi é uma cultura de elevada importância econômica e social. No Brasil o abacaxi é cultivado em todos os estados. É uma cultura com predomínio de pequenos produtores que, muitas vezes, cultivam áreas inferiores a um hectare. A distribuição da produção por regiões fisiográficas em 2017 (IBGE, 2018) mostra o Nordeste com a maior participação (39,6%), seguido do Sudeste (27,4%) e do Norte (25,0%), regiões que, em conjunto, contribuem com 92% da produção nacional. O abacaxizeiro ocupa a terceira colocação entre as principais fruteiras produzidas no Brasil. Em 2017 a área colhida com o abacaxi foi de 62.116 hectares que possibilitou a produção de 1,5 bilhões de frutos (IBGE, 2018). O Brasil é o terceiro maior produtor de abacaxi com cerca de 8,2% da produção mundial. Na última década, a produção brasileira ficou entre 2,2 e 2,7 milhões toneladas e existe a expectativa de que pode aumentar para 2,9 milhões de toneladas nos próximos anos (OCDE-FAO, 2015). A produtividade média da abacaxicultura brasileira em 1975 era de apenas 12.460 frutos/ha. Ao longo dos anos, com a criação da Embrapa Mandioca e Fruticultura e a contribuição de uma série de outras instituições de pesquisa, tecnologias sustentáveis e inovadoras têm sido geradas, adaptadas, disponibilizadas e inseridas no sistema produtivo do abacaxi, com aumentos significativos no rendimento médio da cultura que, em 2016 chegou ao máximo de 26.489 frutos/ha. Em 2017 este rendimento foi de 24.190 frutos/ha. O curso abordará os principais aspectos da cadeia produtiva do abacaxi, com foco na sustentabilidade da cultura, e especial atenção para o manejo integrado de pragas e doenças, manejo do mato e conservação do solo, apresentados em segmentos teóricos e práticos. Vagas: 30, sendo 10 destas, destinadas a estudantes, com desconto. Público: Agricultores, Agentes de ATER e estudantes de ciências agrárias. Investimento: R$ 350,00 (público em geral) e R$ 200,00 (estudantes). Inscrições: via site da Funarbe:<span style="font-weight: bold;">https://eventos.funarbe.org.br/detalhes/curso-de-boas-praticas-agricolas-na-producao-do-abacaxi-com-sustentabilidade</span><br></div> Cruz das Almas, BA, Brasil Miriam Santos cnpmf.inscricao@embrapa.br yyyy-MM-dd
Evento presencial

Curso

Boas práticas agrícolas na produção do abacaxi com sustentabilidade

O abacaxi é uma cultura de elevada importância econômica e social. No Brasil o abacaxi é cultivado em todos os estados. É uma cultura com predomínio de pequenos produtores que, muitas vezes, cultivam áreas inferiores a um hectare. A distribuição da produção por regiões fisiográficas em 2017 (IBGE, 2018) mostra o Nordeste com a maior participação (39,6%), seguido do Sudeste (27,4%) e do Norte (25,0%), regiões que, em conjunto, contribuem com 92% da produção nacional. O abacaxizeiro ocupa a terceira colocação entre as principais fruteiras produzidas no Brasil. Em 2017 a área colhida com o abacaxi foi de 62.116 hectares que possibilitou a produção de 1,5 bilhões de frutos (IBGE, 2018). O Brasil é o terceiro maior produtor de abacaxi com cerca de 8,2% da produção mundial. Na última década, a produção brasileira ficou entre 2,2 e 2,7 milhões toneladas e existe a expectativa de que pode aumentar para 2,9 milhões de toneladas nos próximos anos (OCDE-FAO, 2015). A produtividade média da abacaxicultura brasileira em 1975 era de apenas 12.460 frutos/ha. Ao longo dos anos, com a criação da Embrapa Mandioca e Fruticultura e a contribuição de uma série de outras instituições de pesquisa, tecnologias sustentáveis e inovadoras têm sido geradas, adaptadas, disponibilizadas e inseridas no sistema produtivo do abacaxi, com aumentos significativos no rendimento médio da cultura que, em 2016 chegou ao máximo de 26.489 frutos/ha. Em 2017 este rendimento foi de 24.190 frutos/ha. O curso abordará os principais aspectos da cadeia produtiva do abacaxi, com foco na sustentabilidade da cultura, e especial atenção para o manejo integrado de pragas e doenças, manejo do mato e conservação do solo, apresentados em segmentos teóricos e práticos. Vagas: 30, sendo 10 destas, destinadas a estudantes, com desconto. Público: Agricultores, Agentes de ATER e estudantes de ciências agrárias. Investimento: R$ 350,00 (público em geral) e R$ 200,00 (estudantes). Inscrições: via site da Funarbe:https://eventos.funarbe.org.br/detalhes/curso-de-boas-praticas-agricolas-na-producao-do-abacaxi-com-sustentabilidade

  • Carga horária | 36h
  • Curso | Restrição de público: Outros
  • Horário | confira a programação

Contato

Miriam Santos
(75)33128144
cnpmf.inscricao@embrapa.br

Local

    Programação

    Anterior Próximo
    Horário
    Atividade
    Local
    07:45 - 08:45
    Exigências edáficas, escolha e preparo do solo
    Auditório 2
    08:45 - 09:45
    Implantação da cultura: métodos de plantio, espaçamento e densidade
    Auditório 2
    10:00 - 11:00
    Zoneamento agroclimático para a cultura do abacaxizeiro
    Auditório 2
    11:00 - 12:00
    Manejo da água no cultivo do abacaxizeiro
    Auditório 2
    14:00 - 15:15
    Melhoramento genético e cultivares do abacaxizeiro
    Auditório 2
    15:30 - 17:00
    Aula prática sobre irrigação e melhoramento genético do abacaxizeiro
    Área experimental
    Horário
    Atividade
    Local
    07:45 - 08:45
    Manejo do mato e conservação do solo
    Auditório 2
    08:45 - 09:45
    Adubações ao longo do ciclo do abacaxizeiro
    Auditório 2
    10:00 - 11:00
    Floração natural precoce e tratamento de indução floral
    Auditório 2
    14:00 - 15:00
    Manejo integrado de doenças (com noções de manejo integrado de pragas - MIP e anomalias abióticas)
    Auditório 2
    15:15 - 16:15
    Manejo integrado de pragas
    Auditório 2
    16:15 - 17:15
    Murcha do abacaxizeiro
    Auditório 2
    Horário
    Atividade
    Local
    07:45 - 08:45
    Diversificação de usos - o abacaxi ornamental
    Auditório 2
    08:45 - 09:45
    Manejo do abacaxi na colheita e em pós-colheita
    Auditório 2
    10:00 - 12:00
    Sistema orgânico de produção de abacaxi
    Auditório 2
    15:00 - 16:00
    Área experimental de abacaxi
    16:15 - 16:40
    Auditório 2
    Horário
    Atividade
    Local
    07:45 - 17:00
    Área de produção de abacaxi em Itaberaba, BA
    Voltar para o topo