25/08/16 |   Agroecologia e produção orgânica

Licenciada da Embrapa comercializará sementes de milho orgânico

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Guilherme Viana

Guilherme Viana - Carlos Thomaz e Heloísa Lopes, da Grãos Orgânicos, mostram sementes da cultivar BRS Caimbé

Carlos Thomaz e Heloísa Lopes, da Grãos Orgânicos, mostram sementes da cultivar BRS Caimbé

Um segmento estimado em apenas 0,03% da produção nacional de milho terá mais um player que comercializará sementes orgânicas do cereal. A empresa "Grãos Orgânicos", sediada em Fortuna de Minas, na região Central de Minas Gerais, e licenciada pela Embrapa para produzir sementes de milho, disponibilizará, a partir de setembro, a variedade de ciclo precoce BRS Caimbé com foco no mercado brasileiro de produtos orgânicos. A BRS Caimbé é uma cultivar do tipo variedade e apresenta adaptabilidade às principais regiões do país.

"Nossa semente será voltada para um nicho pequeno, mas crescente de consumidores, como a cadeia aviária orgânica, e para a alimentação humana", explica Carlos Thomaz Guimarães Lopes, da Grãos Orgânicos. Segundo ele, o nicho de grãos orgânicos no Brasil tem uma grande demanda pela matéria-prima produzida sem o uso de agroquímicos e outros insumos convencionais. "O mercado precisa de grãos produzidos de forma orgânica e há carência desse produto. Outra demanda crescente é o uso na alimentação humana, de forma direta", explica Lopes. Exemplos são o milho-verde e os derivados alimentícios do milho.

A empresa que comercializará as sementes tem a certificação do IBD, certificadora brasileira de produtos orgânicos com credenciamento IFOAM (mercado internacional), ISO Guide 65 (mercado europeu-regulamento CE 834/2007), Demeter (mercado internacional), USDA/NOP (mercado norte-americano) e Inmetro/Mapa (mercado brasileiro). Os processos de produção e multiplicação das sementes da variedade BRS Caimbé seguem as diretrizes da Instrução Normativa Nº 46, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que por sua vez estabelece o regulamento técnico para os sistemas orgânicos de produção.

O gerente do escritório de Sete Lagoas da Embrapa Produtos e Mercado Reginaldo Resende Coelho diz que o produto é diferenciado, sendo o primeiro licenciamento para produção e comercialização de sementes de milho com foco na produção orgânica. A cultivar de milho BRS Caimbé foi lançada pela Embrapa em 2010. Apresenta ciclo precoce e é recomendada para as condições de safra e safrinha. Em ensaios conduzidos pela Embrapa, apresentou produtividade média de 6.727 kg/ha em sistemas de produção convencionais, com o uso de insumos.

Sistema orgânico de produção
Os principais desafios para se produzir grãos de forma orgânica, na visão do pesquisador Walter Matrangolo, da área de Agroecologia da Embrapa Milho e Sorgo, são os processos de adubação do solo e as etapas de controle de plantas espontâneas. O pesquisador acompanhou o plantio da variedade BRS Caimbé na propriedade da empresa licenciada para a produção de sementes. Na adubação dos 60 hectares destinados à produção da cultivar no sistema de plantio direto, está sendo utilizado o método Bokashi, técnica de adubação japonesa adaptada às condições brasileiras que utiliza caldas da mistura de diversos componentes permitidos pela legislação orgânica para adubar o solo.

"O controle de plantas espontâneas foi feito de forma mecanizada, associado ao uso de um produto alternativo, além do plantio consorciado com o feijão-de-porco, leguminosa usada como cobertura verde e que contribui para a fixação de nitrogênio no solo", explica o pesquisador. Ainda segundo ele, não houve, desde o início do plantio da cultivar BRS Caimbé na área destinada à produção de sementes, ataque significativo da lagarta-do-cartucho. "A fazenda possui muitas áreas de reserva permanente de Cerrado ao lado das lavouras. A presença dessas matas cria fluxos de migrações de agentes de controle biológico para a lavoura de milho. Juntos, reduzem a população dos insetos fitófagos", conclui Matrangolo.

Comercialização
A expectativa do empresário Carlos Thomaz Lopes, da Grãos Orgânicos, é que as sementes estejam disponíveis no mercado a partir da segunda quinzena de setembro. Em entrevista ao Grão em Grão, em agosto, Thomaz disse que está na fase de classificação das sementes da cultivar BRS Caimbé. A venda das sementes certificadas, segundo o empresário, se dará pela internet (o site da empresa está em vias de ser lançado) e por empresas parceiras. Serão comercializadas embalagens de dois, cinco e de 20 quilos, atendendo desde pequenos produtores que queiram plantar a cultivar orgânica de milho em quintais ou em pequenas áreas até agentes da cadeia aviária orgânica, passando também por empresas do segmento de alimentação humana.

Guilherme Viana (MG 06566 JP)
Embrapa Milho e Sorgo

Telefone: (31) 3027-1905

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

milhoagricultura orgânicamilho orgânico