02/03/09 |

Barriga Negra é aposta valiosa para criadores

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

O pêlo é marrom, em variadas matizes. Os membros e a barriga são negros. Características que determinaram o nome da raça de ovinos: Barriga Negra. Ela é mais comum no Nordeste e no Norte do país, especialmente em Roraima.  Os animais da raça têm tamanho médio, pescoço fino, sem chifres, cauda baixa e costelas bem arqueadas. Mas as vantagens em relação as outras raças devem-se a outras características da Barriga Negra: rusticidade, resistência a doenças e prolificidade (proporção de cordeiros nascidos por matrizes).

Segundo o pesquisador Paulo Sérgio Mattos, da Embrapa Roraima, os animais da raça já estão bem adaptados à região Norte e sua capacidade de reprodução os coloca como um rebanho de bom desempenho econômico. "Essas ovelhas têm mais partos duplos que as outras raças", explica. Em sua última pesquisa, ele registrou a ocorrência de partos duplos em 50% dos casos.

Outro pesquisador destes animais é Ramayana Meneses, também da Embrapa Roraima. Ele fez um estudo comparando as raças Barriga Negra, Santa Inês e Morada Nova. "Nessa análise, constatei que só entre as ovelhas Barriga Negra houve registro de parto triplo, em 3,3% dos casos. Já em relação aos partos duplos, a Morada Nova teve 22%, a Santa Inês 9,5% e a Barriga Negra 37%", informa. A literatura sobre o assunto registra uma curiosidade: um caso com o nascimento de oito cordeiros num só parto.

A baixa mortalidade, desde o nascimento até a fase adulta, é outro ponto a favor da raça. Os animais da raça Barriga Negra são mais resistentes a doenças, especialmente às provocadas por parasitas. E as vantagens vão além: apesar da carcaça ter menor peso, a carne da Barriga Negra é considerada mais saudável, visto que apresenta menor percentual de gordura e sabor igualmente agradável em relação a outros rebanhos de ovinos.

Origem controversa

Os ovinos Barriga Negra são originários do cruzamento de ovinos africanos com raças européias que possuiam  lã. Alguns acreditam que os cruzamentos aconteceram na ilha de Barbados, no Caribe, durante a colonização inglesa. Outros estudiosos acreditam que eles vieram com os holandeses para o Nordeste do Brasil e, de lá , posteriormente, foram levados para Barbados.

Conservação de animais

Atualmente, a Embrapa Roraima possui um núcleo de Conservação de Ovinos Barriga Negra com cerca de  60 animais. São 41 matrizes e 9 reprodutores. Os animais são mantidos em pastagem nativa na área experimental do Campo Água Boa, a 25 km de Boa Vista.

 Liliane CronembergerAssessoria de ComunicaçãoEmbrapa Roraima(95) 3626-7018(95)9132-0907

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/