29/11/16 |   Transferência de Tecnologia

Projeto para detectar mastite é classificado para etapa final do “Ideas For Milk”

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Renan Alcântara

Renan Alcântara - Equipe classificada para a etapa final do

Equipe classificada para a etapa final do "Ideas For Milk"

Com a proposta de desenvolver técnicas de visão computacional aplicadas na detecção de mastite na bovinocultura de leite, a Biossistec Jr é a selecionada da região de São Carlos para disputar a etapa final da iniciativa "Ideas For Milk" -  uma competição entre empreendedores na busca pelas melhores inovações tecnológicas para o setor lácteo.

A seleção ocorreu ontem, 28, na Embrapa Instrumentação, durante evento de apresentação dos cinco projetos classificados, entre os 29 inscritos para disputar a final local na região. A proposta vencedora vai concorrer pelo primeiro lugar com outras sete, em Brasília, no dia 13 de dezembro.

Desenvolvida por um grupo de estudantes do curso de Engenharia de Biossistemas, campus da USP, em Pirassununga (SP), a proposta foi selecionada por uma comissão julgadora composta por representantes de três unidades de pesquisa da Embrapa, empresas de TI, produtor rural da cadeia do leite e empresário, além de uma universidade federal, seguindo os critérios de avaliação - impacto econômico,  visão de futuro, barreiras de entrada e desenvolvimento e execução.

Pela Embrapa Instrumentação, fizeram parte da comissão o pesquisador Silvio Crestana e o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia, Caue Ribeiro.

Paulo do Carmo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado Leite, líder da iniciativa do "Ideas For Milk", disse não havia derrotado e que estava satisfeito, porque o desafio conseguiu reunir um conjunto de empresas que não se entendia, se referindo ao setor de tecnologia da informação (TI), com a cadeia do leite. "Vale acreditar na ideia. A experiência mostrou isso, que as empresas abraçaram a causa em torno da ideia", afirmou. Martins ainda lembrou que, com a atuação multidisciplinar da Embrapa, foi possível reescrever o presente e antever o futuro.

Mastitec

O projeto da Biossistec Jr consiste na pesquisa e aplicação de um hardware de captação de imagens termográficas para o desenvolvimento de um software que irá analisar e classificar a existência ou não de mastite nos tetos das vacas de leite em tempo real. Membro da equipe, o Claudio Cassela explicou que o aplicativo Mastitec tem interface simples, usa técnicas de visão computacional para obtenção das imagens e é uma ferramenta que está sendo desenvolvida para complementar os testes que já existem no mercado.

A expectativa agora é implementar no mercado essa tecnologia, criar o sistema automatizado e segmentando para o setor de grandes produtores. Depois desse resultado, estamos acreditando em um resultado muito positivo na final. Estando entre os oito melhores já é muito positivo", concluiu.

O produtor rural Roberto Jank, à frente da Agrindus, uma empresa agropecuária familiar desde a fundação, em 1945, na região de São Carlos, e dona da Letti, marca própria de leite tipo A, entre outros,  considerou a proposta do "Ideas For Milk" muito positiva. "Pela primeira vez colocou o pessoal mais novo para pensar o agro, além de discutir a junção da tecnologia da informática com o agro, que é o futuro", acrescentou.

Disputa

As cinco equipes apresentaram seus projetos propondo soluções web, mobile ou em hardware e oferecer inovações em modelos de negócio, produtos, processos, serviços e tecnologias.

Os inscritos poderiam ser equipes informais e startups e as propostas deveriam ter foco nas grandes áreas temáticas do agronegócio do leite, como insumos agropecuários, logística de captação e distribuição do leite, indústria de laticínios, mercado e consumidores finais.

No total, o "Ideas For Milk" recebeu 137 propostas concentradas em três estados brasileiro – Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo, sendo os dois primeiros  responsáveis pela maior produção de leite do país, ocupando a primeira e segunda posição consecutivamente, de acordo com dados do documento Panorama do Leite de 2015, produzido pela Embrapa Gado de Leite (Juiz de Fora -MG).

"Mesmo ocupando a 6ª posição no ranking nacional, São Paulo participou com 49 propostas no ‘Ideas For Milk', mostrando o despertar desta grande possibilidade de novos negócios em tecnologia da informação (TI) paras as empresas do estado", afirma Wagner Arbex, da Embrapa Gado de Leite, coordenador nacional do evento.

São Carlos, com submissão de 29 propostas, foi seguida no estado por Campinas com 13 e Piracicaba com 7. Minas Gerais se destacou com 61 propostas, sendo Belo Horizonte com 22; Juiz de Fora com 16; Viçosa com 12 e Lavras com 11. Já no estado gaúcho, Porto Alegre participou com 27 inscrições. Segundo o chefe-adjunto do setor de Transferência de Tecnologia da Embrapa Instrumentação, Caue Ribeiro, "a oportunidade de motivar empresas em TI a olhar as necessidades da cadeia do leite pode ter um impacto de longo prazo fantástico, ao trazer esses profissionais altamente inovadores para as demandas deste setor e ajuda-los a trabalhar juntos".

Cadeia do leite

O leite é produzido em 99% das cidades brasileiras por cerca de 1,3 milhões de produtores e transformado em uma centena de derivados lácteos pelas cerca de duas mil indústrias do setor, que expandiu 78% nos últimos cinco anos e faturou R$ 60 bilhões somente em 2015. A dimensão gigantesca desse setor contrasta com a carência de soluções em softwares, aplicativos e hardwares que auxiliem nas atividades produtivas e viabilizem a tomada de decisões mais precisas. Aproximar professores, estudantes, pesquisadores, empreendedores, profissionais do mundo do leite e do mundo da tecnologia é uma das metas do Ideas for Milk, já que essa união poderá criar oportunidades para o desenvolvimento de negócios em conjunto.

Parceiros

Em todo Brasil, dez universidades participam da iniciativa como correalizadoras e foram selecionadas por se destacarem nas áreas de ciências agrárias e tecnologias da informação e comunicação (TIC). Em São Carlos, participaram o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A Embrapa Gado de Leite lidera a iniciativa com mais  três unidades da Empresa: Embrapa Informática Agropecuária, Embrapa Instrumentação e Departamento de Tecnologia da Informação.

Posição das cinco finalistas de São Carlos em ordem de classificação

Biossistec Jr.

Projeto/proposta: Técnicas de visão computacional aplicadas na detecção de mastite na bovinocultura de leite.

Siena Idea Inovações Disruptivas LTDA

Projeto/proposta: O produtor pergunta e o Doctor Milk responde.

Control-Cow

Projeto/proposta: Control-Cow: Sistema integrado de detecção de cio e monitoramento da saúde do rebanho bovino.

Concórdia - Monitoramento de Saúde Animal

Projeto/proposta: Utilização de dispositivos bluetooth como fonte de dados na construção de algoritmos capazes de presumir o consumo de água das vacas e correlacionar com variáveis de saúde, ambiente e produção de leite.

FrisiaVet

Projeto/proposta: Vet24h.

Joana Silva (Mtb 19554)
Embrapa Instrumentação

Telefone: (16) 2107 2901

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

instrumentaçãoideas for milksão carlosleite