30/12/16 |   Agricultura familiar  Biodiversidade  Segurança alimentar, nutrição e saúde

Embrapa e Nações Unidas juntas na preservação da biodiversidade e redução da pobreza

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Deva Rodrigues

Deva Rodrigues - O Projeto Bem Diverso tem como principal objetivo a preservação de biodiversidade e redução da pobreza no Brasil

O Projeto Bem Diverso tem como principal objetivo a preservação de biodiversidade e redução da pobreza no Brasil

O Dia de Campo na TV fala sobre a capacitação dos produtores de açaí no manejo de açaizais nativos, curso realizado na parceria da Embrapa com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento  (PNUD), no Projeto Bem Diverso. Assista no YouTube, pelo link.

O programa apresenta histórias de homens e mulheres de Afuá, no arquipélogo do Marajó, que conheceram em aulas teóricas e práticas os resultados da pesquisa para o manejo de açaizais nativos. Entre as atividades desenvolvidas ao longo de dois dias de capacitação, estão a importância de conservar a biodiversidade brasileira e, ao mesmo tempo, assegurar os modos de vivência das comunidades tradicionais e gerar renda com  produtos florestais não madeireiros e sistemas agroflorestais em paisagens florestais de usos múltiplos de alto valor para a conservação.

O Projeto Bem Diverso tem como principal objetivo a preservação de biodiversidade e redução da pobreza no Brasil e, para isso, vem capacitando comunidades tradicionais na Amazônia, na Caatinga e no Cerrado, incentivando o uso de práticas agrícolas sustentáveis, com geração de renda às famílias de agricultores.

Nessas regiões, há grupos de quilombolas, comunidades pastorais que vivem em zonas comuns, geraizeiros e coletadores (pessoas que vivem no norte de Minas Gerais, onde o Cerrado é conhecido como Gerais), quebradeiras de coco (mulheres catadoras de babaçu) e outras populações tradicionais cuja principal atividade de subsistência é proveniente da agricultura familiar tradicional e do agroextrativismo. A ideia do projeto é capacitá-los por meio de suas associações, melhorar o acesso ao crédito e valorizar a produção em toda a cadeia produtiva.

O Dia de Campo na TV  "Embrapa e Nações Unidas juntas na preservação da biodiversidade e redução da pobreza" foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica em parceria com a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Além do tema principal o programa aborda outros assuntos nos quadros – Agência Embrapa de Notícias, Sempre em Dia; Repórter em Campo; Na Mesa; Quem quer ser cientista; Minuto do Livro e Ciência e Tecnologia em Debate.

Assista ao programa (horário de Brasília):
Canal Rural (Net/Sky) – sexta-feira, às 9h
TV Câmara – sábado, às 7h, e reprise domingo no mesmo horário
NBR (TV do Governo Federal) – sexta-feira, a partir de 19h30
Saiba mais sobre o Dia de Campo na TV: https://www.embrapa.br/dia-de-campo-na-tv
Acesse os programas: https://www.embrapa.br/dia-de-campo-na-tv/buscar-videos

Maria Devanir F. Rodrigues Heberlê (DRT/RS 5297)
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Contatos para a imprensa

Telefone: 61 3448-4768

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

bem diversoaçaí