17/01/17 |   Agricultura familiar

Projeto com produção de alimentos vai alcançar cinco países da África

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Magda Cruciol

Magda Cruciol - Os caprinos também vão integrar o projeto de produção de alimentos na África

Os caprinos também vão integrar o projeto de produção de alimentos na África

Um amplo projeto de transferência de tecnologias na área de produção integrada de alimentos será implantado a partir deste ano, pela Embrapa Meio-Norte, em cinco países da África, alcançando milhares de pessoas. O projeto tem um orçamento de quase 700 mil dólares, e será financiado pela Fundação Bill & Melinda Gates, o "Department for International Development "(DFID), do Reino Unido, a Embrapa, e o "Forum for Agricultural Research in Africa" (FARA).

Com duração de  três anos, a ação, que será desenvolvida em Uganda, Camarões, Etiópia, Gana e Tanzânia, prevê criação de peixes, frangos, gado de leite, caprinos, ovinos, alimentos biofortificados, como batata-doce e macaxeira, fruteiras e hortaliças. O sistema integrado prevê também a instalação de carneiros hidráulicos, que são pequenas bombas artesanais que  permitem  irrigação com pouca despesa de energia elétrica e combustível.

O trabalho vai reunir agricultores, universidades e instituições de pesquisa em pelo menos 150 unidades demonstrativas, segundo o pesquisador César Nogueira, líder do projeto. Os técnicos africanos serão capacitados no Brasil. Novos treinamentos e os monitoramentos sobre as tecnologias implantadas serão feitos também com o uso de ferramentas on-line e visitas às unidades demonstrativas.

A largada do projeto será em fevereiro, com uma reunião, em Brasília, entre os técnicos brasileiros e africanos. Estão previstos pelo menos dois encontros, entre eles no  M-BoSs Annual Forum 2017: Building on the Successes of Marketplace e na "Assembleia Geral do FARA e Africa Agricultural Science Week (AASW)", para a apresentação das inovações e dos resultados alcançados.

Os pesquisadores Carlos César Pereira Nogueira, Adriana Mello de Araújo, Geraldo Magela Cortes Carvalho, Janaina Mitsue Kimpara, José Oscar Lustosa Oliveira Júnior, Luiz Carlos Guilherme e o analista Marcos Jacob de Oliveira Almeida, todos da Embrapa Meio-Norte, são os técnicos brasileiros que participarão do projeto.

O sucesso das tecnologias desenvolvidas pela Embrapa nos últimos cinco anos, por meio do programa "Agricultural Innovation MKTPlace", em países africanos, levou o Brasil a integrar agora o "M-BoSs: Building on the successes of the Marketplace". Esse programa é que vai garantir o projeto "Redução da Pobreza e Segurança Alimentar na África", liderado pela Embrapa Meio-Norte.     

Translation: Mariana de Lima Medeiros

Fernando Sinimbu (654 MTb/PI)
Embrapa Meio-Norte

Telefone: 86 3198-0518

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/