15/02/17 |   Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Laboratório de Tecido Vegetal obtém certificação

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ) teve a boa notícia de ver seus laboratórios aprovados com o conceito máximo nos programas interlaboratoriais de análise de tecido vegetal e de solo.

Desde 2001 o centro de pesquisa participa do Programa Interlaboratorial de Análise de Tecido Vegetal, coordenado pela USP/ESALQ, que conta com 130 instituições participantes (unidades da Embrapa, laboratórios privados e universidades).

O teste consiste no envio anual de 16 amostras de tecido vegetal (feijão, eucalipto, cana-de-açúcar, girassol, trigo, etc.) para apontar o teor de vários elementos. Estas amostras são subdivididas em quatro etapas. No final da avaliação estatística dos laboratórios participantes, recebemos o relatório de desempenho informando ainda o tipo do material analisado.

No resultado referente ao ano de 2016 a Embrapa Solos foi certificada com o conceito A. Este resultado avalia os percentuais de erros e de acertos e a frequência de envio de resultados. "A busca é contínua para o melhor resultado, é sempre animador sermos bem avaliados nas rotinas de análises que realizamos", conta satisfeita a técnica Rojane Chapeta, coordenadora dos laboratórios.

Rojane e a equipe do LASP tem buscado o melhor resultado analítico, tanto para amostras de tecido vegetal, como para amostras de solo, sendo que para o programa Interlaboratorial de Análises de Solo (PAQLF) que consiste em 12 amostras de solo, o resultado de 2016, também contemplou a Embrapa Solos com o conceito A.

Carlos Dias (20.395 MTb RJ)
Embrapa Solos

Telefone: (21) 2179-4578

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

analise de solotecido vegetalpaqlf