22/02/17 |   Biodiversidade

Biodiversidade e serviços ecossistêmicos serão tema de livro

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

No dia 20 de fevereiro, cinquenta especialistas representantes de instituições de todo Brasil, envolvidos no tema Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, se reuniram em na Fapesp, em São Paulo, para discutirem a estrutura dos capítulos dos quais serão autores no livro Diagnóstico Brasileiro de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos. Entre os especialistas estava a pesquisadora da Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ) Rachel Bardy Prado.

Os diagnósticos fazem parte dos principais produtos da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES), sendo elaborados também o diagnóstico global, os regionais e os temáticos como é o caso dos que abordaram os Polinizadores e os Modelos e Cenários.

A IPBES foi estabelecida em 2012 no Panamá, tendo atualmente a participação de 125 governos. Está sob os auspícios da UNEP, FAO, UNDP e UNESCO, e é administrada pela UNEP. O propósito da plataforma é prover informações científicas no tema Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos em linguagem adequada como suporte às políticas e aos tomadores de decisão.

No dia 21 de fevereiro foi lançada, também no Auditório da Fapesp, a Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (PBES) vinculada à IPBS, com a apresentação dos coordenadores do programa: professores Carlos Joly (Unicamp) e Fábio Scarano (Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável) e de autoridades do Ministério do Meio Ambiente, SBPC, dentre outras, na presença de mais de 200 pessoas.

Carlos Dias (20.395 MTb RJ)
Embrapa Solos

Telefone: (21) 2179-4578

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

serviços ecossistêmicos