19/04/17 |   Gestão ambiental e territorial

Embrapa e Ibravin apresentam dados da produção de uva no Rio Grande do Sul

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Informações do Cadastro Vitícola 2013-2015 serão mostradas na próxima segunda-feira (24), em evento para dirigentes, viticultores e imprensa. Resultado do estudo possibilita avaliação das últimas duas décadas da viticultura gaúcha

Na próxima segunda-feira, dia 24 de abril, a partir das 9h30min, a Embrapa Uva e Vinho e o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) apresentam o Cadastro Vitícola 2013-2015, no Auditório da Empresa de Pesquisa, em Bento Gonçalves (RS). A nova edição foi realizada pelas entidades promotoras, com o apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi-RS) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O Cadastro Vitícola 2013-2015 é uma sistematização de informações dos vinhedos declaradas pelos viticultores do estado do Rio Grande do Sul. A edição apresenta, além de uma análise criteriosa sobre os dados cadastrais, mapas com a distribuição espacial dos vinhedos georreferenciados, informações históricas de dados e gráficos da viticultura gaúcha nos últimos 20 anos e os números detalhados de área das propriedades e dos vinhedos, cultivares por microrregião e por município e vinhedos por variedades.

A pesquisadora e coordenadora do Cadastro Vitícola, Loiva Maria Ribeiro de Mello, que irá fazer uma apresentação da edição no evento, antecipa que se constata uma mudança na viticultura no Estado, que está avançando para regiões mais planas, nas quais é possível a mecanização do cultivo. “A viticultura tradicional da Serra Gaúcha é essencialmente de agricultura familiar, instalada em pequenas propriedades de topografia acidentada. Agora, com o avanço do plantio na Serra do Sudeste, por exemplo, as propriedades possuem maior área de produção ”, destaca a pesquisadora.

“O cadastro é fundamental para termos uma visão macro da produção de uvas no Estado, a fim de que as estratégias e políticas setoriais sejam assertivas. Essa realidade precisa ser monitorada permanentemente”, sinaliza o presidente do Ibravin, Dirceu Scottá. O dirigente também reforça a importância de implantação dessa ferramenta em todos os estados produtores de uva. No Rio Grande do Sul, o levantamento de dados que alimentam o cadastro tem sido realizado desde 1995.

Desde o ano 2000, a coordenação técnica do Cadastro Vitícola é realizada pela Embrapa Uva e Vinho, por delegação do Mapa. O projeto é financiado pela Embrapa e pelo Ibravin, com recursos do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura (Fundovitis) e conta com o apoio de outras instituições e entidades (sindicatos de produtores, Emater/RS e associações de produtores). Após o evento, o cadastro e todas as suas possibilidades de buscas a partir de filtros estabelecidos estarão disponíveis para consulta, impressão ou exportação na página da Embrapa Uva e Vinho (https://www.embrapa.br/uva-e-vinho/cadastro-viticola).

SERVIÇO

O que: Lançamento Cadastro Vitícola 2013/2015

Quando: 24 de abril de 2017, 9h30min

Onde: Auditório do Centro Técnico da Embrapa Uva e Vinho (Rua Livramento, 515), em Bento Gonçalves (RS)

Viviane Zanella (Mtb14400)
Embrapa Uva e Vinho

Telefone: (54) 3455.8084

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

cadastro vitícola