17/05/17 |   Transferência de Tecnologia  Mercado de Cultivares e Sementes

Tecnologias da Embrapa presentes na Agroshow em Paragominas (PA)

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Vinicius Kuromoto

Vinicius Kuromoto - O teste de cultivares de girassol, apresentado na Agroshow, é uma demanda de produtores locais.

O teste de cultivares de girassol, apresentado na Agroshow, é uma demanda de produtores locais.

A Embrapa Amazônia Oriental estará presente na Agroshow, evento de negócios e exposição de tecnologias agropecuárias no município de Paragominas, que se inicia nesta quinta-feira (18), às 8h, na sede da Coopernorte (Rodovia BR 010, Km 15). A região está entre as maiores produtoras de grãos no Pará.

O centro de pesquisa apresentará aos visitantes o desempenho de cultivares de soja, milho e feijão-caupi, além da adubação e fertilidade do solo em sistema plantio direto e teste de cultivares de girassol. De acordo com o pesquisador Jamil Chaar El-Husny, são quatro cultivares de soja expostas: BRS 333RR, BRS 9090RR, BRS 8990, BRS 9180IPRO.

Já o teste de cultivares de girassol é uma demanda de produtores locais interessados em ingressar na cultura dessa oleaginosa. “As avaliações estão no segundo ano e ainda não foram concluídas, mas uma das cultivares, a BRS 323, já apresenta resultados que podem ser considerados promissores”, afirma o pesquisador. 

Feijão-caupi - Além das estações de cultivos, a Embrapa também participa da programação de palestras da Agroshow. Na quinta-feira (18), às 14h, o pesquisador Francisco Freire falará sobre a situação e potencialidade da cultura do feijão-caupi na região. Segundo ele, o Pará é um grande importador de feijão de outras regiões do país e os produtores locais poderiam dar conta dessa demanda. “Ele pode entrar na sucessão da soja, como safrinha”, avalia o pesquisador.

Segundo Freire, o feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) no Pará é menos consumido que o feijão comum (Phaseolus vulgaris L.). No entanto, apresenta vantagens como o cozimento mais rápido e uma digestão menos pesada. “Em geral o caupi precisa de 60% do tempo de preparo do feijão Phaseolus”, explica.

Nas estações da Embrapa na Agroshow, os visistantes poderão conhecer o desempenho de seis cultivares de feijão-caupi.

Plantio Direto – Ainda na quinta-feira (18), às 15h, o pesquisador Edilson Brasil abordará as experiências da Embrapa em Paragominas no manejo da fertilidade do solo para produção de grãos em sistemas conservacionistas. O trabalho é resultado de oito anos de avaliação de sucessão de soja e milho em sistema plantio direto (SPD). 

De acordo com Edilson Brasil, na comparação com o sistema convencional, os experimentos mostraram que o SPD trouxe melhoria da qualidade do solo em aspectos químicos, físicos e microbiológico. “A quantidade de matéria orgânica no solo onde foi utilizado plantio direto supera em 36% aquela do sistema convencional”, afirma o pesquisador. 

Mais matéria orgânica gera maior capacidade de armazenamento de nutrientes no solo. “E com o tempo, a quantidade de adubo pode ser diminuída em função desse melhor aproveitamento dos nutrientes”, explica Brasil.

A Agroshow se encerra no sábado (20), ao meio dia.

Vinicius Soares Braga (MTb 12.416/RS)
Embrapa Amazônia Oriental

Telefone: (91) 3204-1200

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

milhosojasistema plantio diretogirassoladubação