26/05/17 |   Transferência de Tecnologia

Cultivo de peixes em tanques-rede foi tema de capacitação

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Clenio Araujo

Clenio Araujo - Vários aspectos da produção em tanques-rede foram abordados

Vários aspectos da produção em tanques-rede foram abordados

Na última quarta, 24 de maio, aconteceu em Brejinho de Nazaré, região Centro-Sul do Tocantins, capacitação sobre boas práticas em criação de peixes no sistema de tanques-rede. Organizada em conjunto pela Embrapa Pesca e Aquicultura e pela prefeitura municipal, foram cerca de 20 participantes, a maioria produtores.

Um deles foi Antônio Nascimento. Ele é presidente da Colônia de Pescadores de Brejinho de Nazaré, que conta hoje com 30 participantes efetivos. A avaliação do senhor Antônio foi positiva: “foi muito proveitosa a oportunidade. Foi interessante pelo aprendizado. Cada vez mais, a gente tem que capacitar”, entende.

Quem ministrou a capacitação foi Luiz Eduardo Lima de Freitas, pesquisador da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO). Para ele, não é fácil identificar algum aspecto do sistema de produção de peixes em tanques-rede que seja mais fundamental que outros. “É difícil eleger um principal, pois são vários aspectos que estão inter-relacionados e interferem diretamente na criação e nos ciclos de produção. Por ser uma modalidade de criação intensiva, o sistema de tanques-rede exige atenção especial no manejo, principalmente no que diz respeito ao manejo alimentar. Diferentemente de outros sistemas onde existe acesso ao alimento natural, no tanque-rede, com a condição de confinamento, a contribuição desse item na alimentação é bastante reduzida, exigindo assim o fornecimento de rações balanceadas nutricionalmente”, explica.

Sobre alimentação, item que mais pesa nos custos de produção em piscicultura, o pesquisador afirma que “o produtor deve estar atento a vários aspectos que vão desde a escolha da ração adequada a cada fase de criação (níveis de garantia dos nutrientes, granulometria do pélete etc.) até o processo de planejamento de compra, o armazenamento e a oferta desse insumo aos animais. Todos esses aspectos merecem atenção, pois refletirão diretamente no desempenho zootécnico, nos custos e na qualidade do produto final”. 

Além de Luiz Eduardo, esteve na capacitação Marcela Mataveli, analista de transferência de tecnologia da Embrapa Pesca e Aquicultura. Essa é a área na instituição responsável por contatos e pela operacionalização de capacitações, treinamentos, dias de campo e outras atividades ligadas ao compartilhamento de conhecimentos.

Parque – O município de Brejinho de Nazaré possui um parque aquícola instalado e em fase de consolidação. Oficialmente lançado em janeiro deste ano, o parque no momento tem oito tanques-rede em fase de produção. A expectativa é de que, depois de consolidado, cerca de 20 famílias sejam beneficiadas com a produção de peixes no local.

Clenio Araujo (6279/MG)
Embrapa Pesca e Aquicultura

Telefone: (63) 3229-7836

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

aquiculturacapacitaçãotanques-redeboas práticas