28/06/17 |   Agroecologia e produção orgânica

Palestra mostra experiência agroecológica da Chapada do Araripe

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

As práticas de agroecologia de agricultores familiares da Serra dos Paus Doias, em Exu (PE), serão apresentadas em palestra no próximo dia 30, às 14h, na Embrapa Agroindústria Tropical. A comunidade desenvolve atividades produtivas com fruteiras nativas como peroba, calazan, araçá, araticum, jatobá, pequi, macaúba, entre outras.  

A palestra será ministrada por Vilmar Lermen, pedagogo, agricultor agroflorestal e coordenador geral da Associação dos (as) Agricultores (as) Familiares da Serra dos Paus Doias (Agrodoia). Serão mostrados os projetos com a Embrapa Agroindústria Tropical e Embrapa Instrumentação Agropecuária e temas como juventude e extrativismos das mulheres agricultoras na região. Além disso, haverá apresentação dos produtos desenvolvidos pelos agricultores. “Hoje estamos com 26 famílias que são beneficiadas. Relatar essas vivências é muito importante para nós”.

O evento será aberto a pesquisadores, extensionistas, estudantes, agricultores e demais interessados. Os produtores têm alcançado resultados expressivos com tecnologias sociais, como quintais produtivos. Por ano, eles recebem cerca de 2,5 mil visitantes de vários estados do Nordeste interessados em conhecer as experiências de agroecologia.

Parceria - “Muita gente não sabe a importância que tem uma agroindústria no meio da chapada do Araripe, uma região que sempre sofre com condições climáticas variantes”, diz o coordenador do evento, pesquisador Ênio Girão. O pesquisador salienta que a Embrapa constrói uma relação de parceria com a Agrodoia desde novembro de 2014, quando foi realizado o Encontro de Viveiristas da Chapada do Araripe.

Junto com parceiros do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE (campus Crato-CE), a Embrapa realizou um levantamento etnográfico da região para analisar as plantas e seus potenciais. Além disso, atuou na promoção de oficinas para que a agroindústria criada na região do Exu atendesse às normas sanitárias. A região foi contemplada, ainda, com um curso prático para construção de fossa séptica biodigestora, um sistema barato e eficiente para livrar o produtor de doenças e ajudá-lo no cultivo de suas lavouras.

Verônica Freire ((MTb 01225/JP))
Embrapa Agroindústria Tropical

Telefone: (85)33917116

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

agroecologiaagrodoiachapada do araripeexu