03/07/17 |   Zoneamento Agroecológico

Pesquisa disponibiliza informações sobre uniformização do Zoneamento Ecológico-Econômico na Amazônia Legal

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Ronaldo Rosa

Ronaldo Rosa - Workshop reúne especialistas em zoneamento ecológico-econômico em Belém

Workshop reúne especialistas em zoneamento ecológico-econômico em Belém

O projeto Uniformização do Zoneamento Ecológico – Econômica da Amazônia legal (UZEE-AML) deixa como legado um acervo gratuito de informações para o subsídio de formulação de políticas públicas e planejamento estratégico em toda Amazônia Legal de forma a garantir o desenvolvimento econômico e manter a sustentabilidade dos ecossistemas amazônicos. Esse foi o tom o III Workshop do projeto UZEE-AML realizado em Belém, na última quinta-feira (29), na Embrapa Amazônia Oriental, e que marcou o processo de finalização do projeto, previsto para o mês de agosto.

O evento reuniu em Belém especialistas da Embrapa de diversas unidades descentralizadas, Ministério do Meio Ambiente (MMA) e de órgãos nacionais e internacionais, além de representantes das secretarias estaduais de planejamento dos nove estados da Amazônia Legal, para avaliar os zoneamentos estaduais e dialogar proposições de tipos de gestão, de forma a garantir o desenvolvimento econômico, respeitando as vocações locais e a sustentabilidade dos ecossistemas da região.

Para aumentar a gama de subsídios à formulação de políticas públicas e investimentos que garantam esse equilíbrio, novos produtos gerados pelo projeto UZEE foram apresentados, como o Zoneamento  Topoclimático do Taxi-Branco (Tachigali vulgaris), indicado como silvicultura de espécie energética em 57% da região,  um mapa com sugestões de gestão estratégica, além de uma prévia do mapa de solos e de aptidão agrícola, todos, elaborados com base nas áreas antropizada (alteradas pela ação humana), o que corresponde a cerca de 30% de toda Amazônia Legal.

O pesquisador Adriano Venturieri, que é líder do projeto UZEE e chefe-geral da Embrapa Amazônia Oriental, comentou que as informações geradas pelo UZEE devem ser analisadas de forma estratégica, como ferramentas que dialogam, a partir de uma visão macrorregional, proposições de ocupações produtivas do espaço territorial das áreas alteradas da Amazônia Legal. “O projeto deixa como legado uma base sólida de informações para auxiliar no desenvolvimento regional e mesmo com o final oficial em agosto deste ano, não acaba, pois instrumentaliza governos e demais tomadores de decisões para um planejamento mais racional do território”, analisa.

 

 

Para Bruno Abe Saber, gerente do ZEE do MMA, o workshop foi um momento de trazer os aprendizados construídos desde 2011, início do projeto, e fortalecer as ações para o futuro. Ele comentou que a parceria entre o ministério e a Embrapa foi importante para possibilitar essa macrovisão da Amazônia Legal e que a experiência e resultados foram tão positivos, que um dos principais produtos gerados pelo UZEE, o Sistema Interativo de Análise Geoespacial (Siageo Amazônia), está em fase de expansão para todo Brasil. “Toda pesquisa e dados gerados pelo UZEE para a Amazônia estão disponíveis nesse grande portal de acesso gratuito que é o Siageo.  O MMA quer, juntamente com a Embrapa,  fazer a transição do Siageo Amazônia para o Siageo Brasil, sistematizando as inciativas de ZEE existentes em todo território nacional”, garantiu Abe Saber.

Siageo Amazônia – informação em prol do desenvolvimento regional

Um dos produtos resultantes do projeto UZEE-AML, o Sistema Interativo de Análise Geoespacial (Siageo) é um portal interativo, de acesso gratuito, desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária e Embrapa Amazônia Oriental, em parceria com o MMA com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). Fornece e reúne dados geoespaciais produzidos nas diversas iniciativas de ZEE na Amazônia Legal, tais como mapas de gestão, de solos, aptidão agrícolas, geologia, cobertura vegetal e uso da terra, áreas de conservação, entre outras. O sistema possibilita a visualização, composição e download de mapas e outras informações de acordo com o interesse e necessidade de cada usuário e pode ser acessado gratuitamente pelo endereço www.siageo.mma.gov.br

No portal o usuário encontra ainda documentos técnicos e marcos legais dos UZEE nos estados da Amazônia.

Kélem Cabral (MTb 1981/PA)
Embrapa Amazônia Oriental

Telefone: (91) 3204-1099

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

uzeesiageozeezoneamento ecológico-econômico