19/07/17 |   Transferência de Tecnologia

Embrapa Amazônia Ocidental recebe novo superintendente da Suframa para discutir parcerias

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Fernando Goss

Fernando Goss - Dirigentes das instituições conversaram sobre futuras parcerias

Dirigentes das instituições conversaram sobre futuras parcerias

A Embrapa Amazônia Ocidental recebeu nesta segunda-feira (17/07) dirigentes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), para discutir parcerias visando o desenvolvimento da agropecuária no Estado do Amazonas. Participaram do encontro o superintendente da Suframa, Appio da Silva Tolentino, o chefe-geral da Embrapa Amazônia Ocidental, Luiz Marcelo Brum Rossi, o chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, Celso Azevedo, além de pesquisadores e técnicos das duas instituições.

          Segundo o superintendente da Suframa, o objetivo desse primeiro encontro é formalizar com a Embrapa o convite para participar de um grupo de trabalho para traçar um plano de desenvolvimento para o setor agropecuário. Appio Tolentino salientou que um dos objetivos é utilizar áreas da Suframa para implementar esse plano, dando impulso para produção de matérias-primas para indústrias instaladas em Manaus e também para o abastecimento de alimentos no estado. “São parcerias que visam a implementação de alguns projetos, como a do Polo Agroindustrial do Amazonas, no município de Rio Preto da Eva, além do desenvolvimento do setor primário em outras regiões do estado”, ressaltou Tolentino.

         Para Luiz Marcelo Rossi, a participação da Suframa pode ser extremamente importante para ampliar a participação da agropecuária na economia do estado. Segundo o dirigente, o aumento da produção primária pode abastecer o mercado interno, hoje boa parte do que é consumido vem de outros estados, e também para a produção de matéria-prima para agroindústrias. “Tecnologias já desenvolvidas e validadas pela Embrapa e disponíveis para os produtores podem contribuir de forma significativa para aumentarmos a produtividade de nossa agropecuária”, disse Rossi.

         Durante a reunião, o chefe-geral da Embrapa apresentou as principais culturas trabalhadas na Embrapa e os resultados obtidos. Segundo Rossi, a adoção de tecnologias e recomendações de manejo da Embrapa podem gerar resultados positivos com aumento na produção de culturas como banana, mandioca, guaraná, feijão-caupi, milho, açaí, piscicultura, pecuária, seringueira, hortaliças, cupuaçu, melancia, citros, entre outros. No caso da banana, por exemplo, atualmente a média de produção no estado é de cerca de 12 toneladas por hectare, mas se forem utilizadas cultivares desenvolvidas pela Embrapa e práticas recomendadas dá para atingir de 30 a 40 toneladas/ha. Em relação à mandioca, utilizada tanto para alimentação como matéria-prima para indústria, a adoção das tecnologias pode elevar a produção de uma média de 12 toneladas por hectare para até 30 toneladas. “Da mesma forma, podemos avançar em diferentes culturas de interesse em nosso estado, utilizando de forma mais sustentável áreas já alteradas, destinadas à produção agropecuária”. 

Fernando Goss (1065 - MTb/SC)
Embrapa Amazônia Ocidental

Telefone: 92 33037994

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

transferência de tecnologiaparceria