11/09/17 |   Agricultura familiar  Agroecologia e produção orgânica  Biodiversidade  Segurança alimentar, nutrição e saúde

Projeto Bem Diverso participa de Congresso Latino-americano de Agroecologia

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Projeto Bem Diverso

Projeto Bem Diverso - Oficina em manejo de açaizais de várzea promovida pelo Projeto Bem Diverso em Afuá, Ilha do Marajó (PA)

Oficina em manejo de açaizais de várzea promovida pelo Projeto Bem Diverso em Afuá, Ilha do Marajó (PA)

O Congresso Brasileiro e Latino-Americano de Agroecologia 2017 começa nesta semana, entre 12 e 15 de setembro. A iniciativa tem o apoio de diversas instituições e a contribuição do PNUD, por meio  do Projeto Bem Diverso, executado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que organiza o evento. Sediado em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, o congresso espera um público de cinco mil pessoas por dia, envolvendo diversos estados brasileiros e países da América Latina.

O evento é um guarda-chuva para múltiplos acontecimentos, congressos simultâneos, rodas de conversa, encontros e seminários sobre a temática. Estão previstos: o VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, o X Congresso Brasileiro de Agroecologia, o IX Encontro Nacional dos Estudantes de Agroecologia e o V Seminário de Agroecologia do DF e Entorno. Pesquisadores, trabalhadores ligados ao uso sustentável da biodiversidade e a práticas agroecológicas contam com uma grade com mais de 120 eventos, entre palestras, oficinas, plenárias, reuniões abertas, mesas redondas, minicursos, feira agroecológica e rodas de conversa visando as trocas de experiência.

O projeto Bem Diverso marca presença na feira agroecológica com colaboradores e parceiros, provenientes de suas regiões de atuação (Caatinga, Cerrado e Amazônia). Estarão presentes representantes das comunidades e cooperativas locais convidados a expor seus produtos e interagir com os outros parceiros do projeto Bem Diverso, atores formadores do evento. Eles integrarão o estande elaborado em parceria com a Central do Cerrado, organização que trabalha com a promoção de produtos da biodiversidade. Além do Bem Diverso, há também espaço para cooperativas e associações parceiras, como a Coopercouc, ASEMA e COPAB.

O projeto também participará ativamente no Caminhos do Saber, um espaço para a construção e a troca de conhecimento e experiências sobre agroecologia e biodiversidade. O objetivo é discutir a relação da Agroecologia com os desafios da sociedade de uma forma dinâmica. O Bem Diverso participa de uma roda de conversas na tenda Sociobiodiversidade em 13 de setembro, a partir das 16 horas.

Bem Diverso

Implementado pelo PNUD e coordenado pela Embrapa, sua atuação abrange três biomas em seis territórios da cidadania, áreas que vão além do limite dos municípios. São dois territórios por bioma, atingindo a Amazônia, o Cerrado e a Caatinga. Movimentado com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), o principal objetivo é a promoção e uso sustentável da biodiversidade, trabalhando com comunidades locais para estimular boas práticas na convivência com a diversidade.

Para isso, são trabalhadas doze espécies prioritárias, típicas das regiões e que têm potencial de promoção, exploração e comercialização. O objetivo é que essas espécies sejam um elemento consolidado de geração de renda para agricultores familiares. Por exemplo, na Amazônia, na região do Acre, há estímulo à produção de castanha. O mesmo acontece com o babaçu, na região do Maranhão, histórica pela relação do movimento das quebradeiras de côco.

Para a gerente de projetos Patrícia Benthien, o Bem Diverso é importante para o PNUD, pois estimula a preservação da biodiversidade a partir de da capacitação e do engajamento das pessoas. “O PNUD tem como essência melhorar a vida das pessoas. Nosso grande foco é trabalhar para o desenvolvimento. A sustentabilidade só pode ser construída a partir da participação e do empoderamento das pessoas. O grande mote desse projeto é incentivar o uso e manejo sustentável da biodiversidade a partir da disseminação de boas práticas”, observa.

O projeto Bem Diverso trabalha com a capacitação de comunidades, mas também promove a cadeia de valor para os produtos da sociobiodiversidade, acesso ao mercado e mapeia incentivos financeiros existentes para operacionalizar a comercialização desses produtos.  O objetivo é auxiliar na promoção do desenvolvimento local e simultaneamente auxiliar na conservação da biodiversidade brasileira.

Serviço
VI Congresso Latino-Americano de Agroecologia
De 12 a 15 de Setembro de 2017
Horário: De 8h às 22h
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental – Brasília DF
Mais informações: http://agroecologia2017.com/

Irene Santana / PNUD (MTb 11.354/DF)
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Telefone: (61) 3448-4769

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

bem diversoagroecologia2017