13/09/17 |   Produção animal

Embrapa apresenta programa de melhoramento animal aos criadores do Acre

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Fabiano Estanislau

Fabiano Estanislau - Palestra do Geneplus, no auditório da Faeac

Palestra do Geneplus, no auditório da Faeac

Pecuaristas, pesquisadores, técnicos e estudantes conheceram o Programa de Melhoramento Animal Geneplus Embrapa, na última semana de agosto. A ação contou com uma palestra, realizada na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre (Faeac), para apresentar as vantagens e estimular a adesão à tecnologia pelos criadores do Acre.

O evento foi uma parceria entre a Embrapa Acre e a empresa In Vitro Acre, especializada em produção de embriões bovinos. A palestra foi proferida pela zootecnista Patrícia Tormen, que faz parte da equipe técnica do Geneplus, em Rondônia.

O Programa Geneplus foi criado em 1995 e é coordenado pela Embrapa Gado de Corte (MS). É um serviço especializado de melhoramento genético animal colocado à disposição do criador, de forma a subsidiá-lo na utilização dos recursos genéticos para a produção de genética superior.

O serviço é composto por um software que facilita o gerenciamento de informações provenientes do campo e visam a analisar e cruzar os dados coletados nas etapas de acasalamento, pesagem do bovino com 120 dias, desmama e sobreano, quando o animal tem mais de um ano.  

Com o uso do software, cada criador pode ter um programa próprio de melhoramento genético usando a tecnologia. Além do acompanhamento técnico de todas as etapas que são realizadas junto com os produtores, priorizando as demandas de cada cliente. “Nosso objetivo é auxiliar o criador de gado de corte em suas tomadas de decisão para a execução da seleção, na elaboração de planos de acasalamento e no suporte de atividades de comercialização”, explica Patrícia.

O programa possibilita a avaliação comparativa de todos os rebanhos que o integram. Para isto, disponibiliza as avaliações genéticas de reprodutores, matrizes e produtos. Como principais resultados estão o acasalamento direcionado por fenótipo adequado e produtivo, o aumento da variabilidade genética e a diminuição do descarte involuntário dos bovinos.

O Geneplus atende atualmente associações e criadores de dez raças bovinas, composta por 410 rebanhos em 16 estados do país, além da Bolívia e Paraguai, e conta em seu sumário de avaliação com cerca de 31 mil touros.

Geneplus no Acre

A ideia em trazer o programa para o Acre surgiu da demanda apresentada por alguns criadores em conhecer novos serviços de melhoramento genético animal.  De acordo com o pesquisador José Marques Carneiro Júnior, da Embrapa Acre, a inserção do Geneplus na região é uma ação típica de transferência de tecnologia. Uma das premissas do programa é incorpar o maior número de rebanhos, o que possibilita o aumento do banco de dados de avaliação genética e a melhoria do serviço.

Segundo o pesquisador, o principal resultado da utilização do Geneplus é a agregação de valor do rebanho, pois o criador obterá o valor genético de seus animais calculado com precisão. “O programa possibilita ao produtor visualizar como está o seu rebanho frente aos outros em nível nacional, pois todo animal que faz parte do programa de avaliação genética é hierarquizado em um formato de ranking”, salienta.

Além da palestra, a equipe visitou duas propriedades da região, uma com rebanho de tourinos Nelore e outra com a raça Senepol. Alguns pecuaristas se mostraram interessados em participar do programa, sendo que três já aderiram ao Geneplus e dois irão esperar a melhor formação de seus rebanhos. Os criadores receberão suporte da equipe técnica no acompanhamento nas fases de avaliação e no sistema de gestão das propriedades  

Para Marcelo Lemos, pecuarista e proprietário da Fazenda Conquista, em Plácido de Castro, que participou da palestra e recebeu a equipe técnica em sua propriedade, a diversidade de programas de melhoramento genético animal é essencial para o desenvolvimento da agropecuária. “Ter outras empresas e programas é muito importante para os criadores, pois podem escolher o que melhor vai atender as suas necessidades”, diz.

Para se cadastrar no Programa, o criador deve procurar a equipe técnica para que em conjunto elaborem o Plano de Trabalho a ser conduzido na Fazenda. No Acre, os pecuriatistas serão acompanhados pela zootecnista Patrícia Tormen. O valor da assessoria depende do número de matrizes que o associado queira incluir no programa e do preço da arroba de boi gordo. O Geneplus conta com um site, onde o público pode obter mais informações, calcular o valor de investimento e acessar os contatos da equipe técnica: http://geneplus.cnpgc.embrapa.br.

Fabiano Estanislau (Conrerp 3741/SP)
Embrapa Acre

Telefone: 68 - 3212-3262

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

melhoramento genéticoprodução animalgeneplus