14/09/17 |   Agroecologia e produção orgânica  Comunicação

Embrapa é homenageada na Olimpíada Brasileira de Agropecuária - OBAP

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Foto Divulgação

Foto Divulgação - O pesquisador Alfredo Luiz (centro) durante entrega das medalhas na fase final da 7a. edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP)

O pesquisador Alfredo Luiz (centro) durante entrega das medalhas na fase final da 7a. edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP)

A Embrapa recebeu do reitor do IFSULDEMINAS e idealizador da Olimpíada Brasileira de Agropecuária – Obap, Marcelo Bregagnoli, um troféu em agradecimento pelo apoio que a Embrapa dispensa ao evento desde a sua terceira edição, em 2013. O Pesquisador Alfredo José Barreto Luiz, da Embrapa Meio Ambiente, representou a Empresa na solenidade de entrega.

A Embrapa é apoiadora da olimpíada Agropecuária por meio do auxílio de técnicos e pesquisadores na elaboração e correção de questões das provas e no apoio institucional para o planejamento e divulgação do evento.

 Além disso, anualmente são doadas minibibliotecas da Embrapa para instituições selecionadas entre as participantes da Olimpíada. Nesta edição, foram premiadas cinco escolas, uma de cada região do país. Diplomas representativos da doação também foram entregues na cerimônia de premiação e encerramento. O Pesquisador Alfredo Luiz, membro da equipe técnica do evento, participou da solenidade e fez a entrega de medalhas de prata às equipes da modalidade ensino técnico concomitante.

Mais de 200 participantes – 59 equipes formadas cada uma por três alunos e um professor - de cursos técnicos ligados à agropecuária de vinte estados brasileiros participaram da fase final da sétima edição da OBAP, organizada pelo Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) e realizada no Campus Barbacena do Instituto Federal do Sudeste Mineiro (IF Sudeste MG), de 1 a 3 de setembro.

O tema principal adotado na elaboração das provas mais uma vez coincidiu com o estabelecido pela FAO, que instituiu 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. Alfredo lembra que a primeira questão aberta, ou seja, discursiva, da prova da última fase, utiliza a fala de Mauricio Lopes, presidente da Embrapa, proferida em um seminário.

Esse ano a Olimpíada recebeu aproximadamente 650 inscrições de equipes, o que corresponde a quase dois mil alunos, que participaram da primeira fase. As equipes participantes das etapas virtuais responderam questões de múltipla escolha para as quais pesquisadores da Embrapa contribuíram na elaboração. A partir dos resultados das fases virtuais e obedecendo às regras pré-estabelecidas, foram selecionados 59 times, pertencentes dezenas de instituições públicas de ensino do país, para a última etapa, desta vez presencial. Eram 49 equipes do ensino técnico integrado/concomitante e 10 do técnico subsequente.

Novidades

Esta foi a primeira vez que foi solicitado que cada equipe preparasse um vídeo sobre o tema anual, nesse caso, sobre o turismo rural. Entre os vídeos enviados foram selecionados alguns para apresentação ao público que prestigiou as solenidades de abertura e encerramento da OBAP. Apesar da falta de apoio do CNPq na edição de 2017, o evento não só repetiu o sucesso dos anos anteriores como superou em número de unidades da federação participantes da etapa final, que foi recorde, como foi sentida pelos avaliadores uma sensível melhora na redação das respostas às perguntas dissertativas, exclusivas da etapa presencial.

No sábado, os alunos fizeram a prova escrita (questões de múltipla escolha e dissertativas) pela manhã e a prática (aplicações de topografia, amostragem e análise de solos) no período da tarde. Enquanto os estudantes se empenhavam na solução das questões escritas, os seus professores visitaram o campus de Barbacena do IF Sudeste MG, que vem a ser a mais antiga escola técnica de agricultura do Brasil, comemorando 109 anos de fundação em 2017.

Todos os grupos participantes receberam certificados. As equipes vencedoras foram premiadas com medalhas e troféus. Os alunos melhores classificados serão convidados a participar da seletiva para compor a equipe mista que representará o Brasil na 12ª. Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (International Earth Science Olympiad – IESO), em 2018, que será realizada na Tailândia.
No discurso de encerramento, o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, coordenador geral da OBAP desde a sua criação, agradeceu e ressaltou a importância da continuidade da participação da Embrapa como parceira na realização desse importante evento para a formação dos futuros profissionais que atuarão no ambiente da produção agropecuária brasileira.
Bregagnoli fez questão de registrar ainda a presença do assessor especial do Núcleo Estruturante de Políticas de Inovação, Robson Caldas de Oliveira, representante da Secretaria de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Setec/MEC), a quem agradeceu pelo apoio dado a Olimpíada pelo Ministério da Educação.


Ao final, o reitor anunciou que a OBAP caminha para a internacionalização, estando programado o oferecimento de participação na próxima edição às escolas dos demais países de língua portuguesa.

Marcos Vicente (MTb 19.027/MG)
Embrapa Meio Ambiente

Telefone: (19) 3311 2611

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

agriculturaeducação ambiental