14/09/17 |   Agroecologia e produção orgânica  Comunicação

Embrapa é homenageada na Olimpíada Brasileira de Agropecuária - OBAP

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Foto Divulgação

Foto Divulgação - O pesquisador Alfredo Luiz (centro) durante entrega das medalhas na fase final da 7a. edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP)

O pesquisador Alfredo Luiz (centro) durante entrega das medalhas na fase final da 7a. edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP)

Mais de 200 participantes divididos em 59 equipes, formadas cada uma por três alunos e um professor – de cursos técnicos ligados à agropecuária de 20 Estados brasileiros participaram, de 1 a 3 de setembro, em Barbacena, MG, no campus do Instituto Federal do Sudeste Mineiro (IF Sudeste MG), da fase final da 7a. edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (OBAP), organizada pelo Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS).

A competição com viés científico é de âmbito nacional e destinada a estudantes de cursos técnicos em agropecuária e áreas correlatas. Visa estimular o ingresso de jovens em carreiras técnico-científicas, incentivando a participação em atividades de base científica, na busca de estímulos à integração e cooperação por meio do envolvimento em situações que avaliam os conhecimentos adquiridos dos alunos. De modo geral, busca estimular o ingresso dos jovens na pesquisa e inovação, propiciando o contato com profissionais que já atuam na área.

Os cinco alunos com maiores notas individuais também são convidados a representar o Brasil na International Earth Science Olympiad – IESO (Olimpíada Internacional de Ciências da Terra).

Promovida pelo Instituto Federal do Sul de Minas e pela Embrapa, a Olimpíada Brasileira de Agropecuária é realizada desde 2011. Desde sua 3a. edição, em 2013, a OBAP conta com a parceria da Embrapa, seja por meio do auxílio de técnicos e pesquisadores na elaboração e correção das provas, seja no apoio institucional para o planejamento e divulgação do evento. Além disso, anualmente são doadas minibibliotecas da Embrapa para instituições selecionadas entre as participantes da Olimpíada. Nesta edição foram premiadas cinco escolas, uma de cada região do país. Diplomas representativos da doação foram entregues na cerimônia de premiação e encerramento ocorrida no dia 3 de setembro.

O pesquisador da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) Alfredo José Barreto Luiz, membro da equipe técnica do evento representou a Empresa e fez a entrega de medalhas de prata às equipes da modalidade ensino técnico concomitante.  

Alfredo recebeu das mãos do reitor do IFSULDEMINAS e idealizador da OBAP, Marcelo Bregagnoli, um troféu em agradecimento pelo apoio ao evento em nome da Embrapa. Conforme o reitor, para a consolidação da OBAP, a participação da Embrapa tem sido fundamental, tanto no envio das questões técnicas, quanto na participação da fase final.

Para o pesquisador foi extremamente gratificante perceber no olhar dos jovens alunos e professores o desejo de adquirir novos conhecimentos e experiências e o prazer em conquistá-los. “O retorno que a Embrapa obtém ao apoiar esse evento é muito superior ao investimento, pois, através das perguntas elaboradas e dos livros ofertados, são propostas ideias que irão germinar e crescer em mentes que permanecerão décadas atuando na produção agropecuária brasileira,” explicou.

Oposto da maioria das olimpíadas de conhecimento, a OBAP não é aberta a todos os estudantes do ensino médio, podendo participar somente estudantes do ensino médio que cursem, integrada ou paralelamente, os cursos técnicos em Agropecuária, Agricultura, Agroecologia, Zootecnia, Agronegócio, Alimentos, Agroindústria e Cursos do Eixo Tecnológico Recursos Naturais.

 

Marcos Vicente (MTb 19.027/MG)
Embrapa Meio Ambiente

Telefone: (19) 3311 2611

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

agriculturaeducação ambiental