14/09/17 |   Gestão Estratégica

Parceria entre o NEA da Unicamp e Embrapa é discutida em reunião

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Embrapa

Embrapa - Instituições definem a elaboração de um plano de trabalho conjunto

Instituições definem a elaboração de um plano de trabalho conjunto

No dia 6 de setembro, o chefe-geral da Embrapa Monitoramento por Satélite, Evaristo de Miranda, e o pesquisador João Alfredo Mangabeira receberam os professores Alexandre Gori Maia, Antônio Márcio Buainain e Rodrigo Lanna, do Instituto de Economia da Unicamp, e pesquisadores do Núcleo de Economia Agrícola e do Meio Ambiente (NEA). Entre as pautas discutidas, destacou-se a necessidade de avaliar a dimensão econômica das áreas dedicadas à preservação da vegetação nativa e da biodiversidade nos imóveis rurais brasileiros. Segundo o banco de dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), já trabalhados pela equipe do Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (Gite), a superfície total dedicada à preservação nos imóveis rurais é superior a 176 milhões de hectares e representa, em média, 47,7% das áreas das propriedades ou, ainda, 20,5% do território nacional.

As duas instituições definiram a construção de um plano de trabalho conjunto para abordar essas e outras temáticas, no âmbito da cooperação institucional já existente entre a Embrapa e a Unicamp, incluindo o apoio a estudos de pós-graduandos em temas de interesse comum.

Coordenado pelo professor Lanna, o NEA é um dos mais importantes think tanks sobre a agricultura brasileira, com presença destacada nos debates sobre a dinâmica da agropecuária brasileira, inovação na agricultura, políticas agrícolas, governança fundiária, meio ambiente, governança fundiária e pobreza rural.

Alan Rodrigues (MTb JP/CE 2625)
Embrapa Monitoramento por Satélite

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

parceriacaruso das terrasunicampnea