27/09/17 |   Transferência de Tecnologia

Bagé recebe a quinta etapa do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio 2017

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Divulgação I-UMA

Divulgação I-UMA -

Em 28 de setembro, lideranças do agronegócio, cooperativas, produtores, sindicatos rurais, agroindústrias, universidades e autoridades regionais se reúnem na EMBRAPA Pecuária Sul, das 13h30min às 16h, para debater temas em relevantes para a região, entre eles Gestão Sustentável na Agricultura, Organização da Cadeia da Ovinocultura no RS e Integração Lavoura Pecuária. Com o propósito de disseminar conhecimento e troca de experiências no setor estes eventos itinerantes atendem as peculiaridades regionais de produção, mercado e negócios.

Entrada franca
O programa do circuito é voltado para formadores de opinião, prefeitos, secretários de agricultura, meio ambiente e educação, empresários do agronegócio, produtores rurais, agentes do sistema financeiro, cooperativas, agroindústrias, entidades setoriais, instituições de ensino e pesquisa e profissionais do agronegócio.

Com inscrições gratuitas, a iniciativa é promovida pelo I-UMA (Instituto de Educação no Agronegócio), com apoio da EMATER/RS, EMBRAPA, Ministério da Agricultura, Secretaria de Agricultura do RS /Câmaras Setoriais, Prefeitura de Pelotas, Sindicato Rural de Pelotas, Associação dos Criadores de Gado Jersey, Associação Brasileira dos Criadores de Devon,  Sindicato de São Gabriel, Portal AGROLINK, Celulose Riograndense, BRDE, Associação Rural de Pelotas, Prefeitura de Cachoeira do Sul, Associação Gaúcha de Laticinistas e Laticínios, OCERGS e TECNOSINOS. 

Palestrantes convidados 
Gestão Sustentável na Agricultura
Palestrante – Lino Moura Diretor Técnico da Emater/RS

Integração Lavoura-Pecuária – Embrapa

Palestrante - Prof. Dr. Naylor Bastiani Perez- Pesquisador da Embrapa Pecuária Sul

Organização da Cadeia Produtiva da Ovinocultura no RS 

Palestrante: Med. Vet. Paulo Afonso Schwab - Presidente da ARCO
Palestrante: Eng. Agr. Edegar Franco – Assessor Técnico da ARCO 

Gestão Sustentável na Agricultura
A primeira palestra da Etapa Bagé do Circuito, será com o Diretor Técnico da Emater/RS, Lino Moura que falará sobre a Gestão Sustentável na Agricultura. No atual cenário econômico que passa a sociedade brasileira, mais relevante se faz a importância da agropecuária na geração de emprego, renda e na retomada do crescimento econômico.

Trabalhar as variáveis de preço, custos de produção e rentabilidade exigem cada vez mais conhecimento sobre a gestão da propriedade rural, monitoramento e análise de indicadores para definir o sistema de produção de forma a otimizar o uso dos recursos humanos, financeiros e materiais. 

Sistemas integrados: é possível implementar sistemas de produção mais resilientes?
O Pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Prof. Dr. Naylor Bastiani Perez, um dos palestrantes da Etapa Bagé do Circuito falará sobre a Integração Lavoura e Pecuária. Para ele as transformações em curso na produção primária da Região do Bioma Pampa têm trazido, ao mesmo tempo, esperança de melhoria das condições de vida da população e preocupação quanto à conservação dos recursos naturais da região, enfatiza Naylor. Dentre os agroecossistemas, os sistemas que integram a produção de grãos, a pecuária e as atividades florestais, são considerados como os mais próximos dos ecossistemas naturais. Em teoria, os sistemas integrados também asseguram uma maior estabilidade econômica, aliando atividades de maior e menor risco, com ciclos produtivos distintos e oscilações de preço próprias. Para finalizar, pondera que a maior complexidade dos sistemas integrados, exige uma capacitação técnica e operacional que parece incompatível com as tendências atuais de mercado,  que orientam para a simplificação e especialização dos sistemas produtivos. Nessas circunstâncias, uma reflexão holística torna-se necessária para o desenho de estratégias de desenvolvimento de longo prazo.

O palestrante Perez, tem experiência em docência na área Agronômica e pesquisa em Zootecnia e Integração Lavoura-Pecuária, com ênfase em recuperação de pastagens degradadas, melhoramento de leguminosas forrageiras, fisiologia e manejo de plantas forrageiras e sistemas integrados de produção, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura de precisão, melhoramento para aptidão ao pastejo, controle de plantas indesejáveis em pastagens e integração lavoura-pecuária.

Organização da cadeia da ovinocultura no RS 
Para os gestores da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos – ARCO, o presidente Paulo Afonso Schwab e o diretor técnico da entidade Edegar Franco, em sua palestra sobre a Organização da Cadeia da Ovinocultura no RS o grande desafio para o crescimento e o fortalecimento da Ovinocultura gaúcha é trabalhar a organização desta importante cadeia produtiva que conta com aproximadamente cinquenta e um mil produtores. 

De acordo com Grupo de Trabalho de Proteína Animal organizado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul através da Secretaria de Agricultura, este processo contempla oito regiões produtoras: Alto Camaquã, Fronteira Oeste, Região Sul, Campos de cima da Serra, Litoral, Missões Região Central e Alto Uruguai, cuja finalidade é identificar a diversidade de perfis e características dos produtores e dos sistemas produtivos no Estado do Rio Grande do Sul.

Segundo o presidente Schwab, a relevância da territorialização da ovinocultura gaúcha permitirá reconhecer que mesmo dentro do estado do RS tem regiões diferentes, com culturas e sistemas de produção próprios de cada território, portanto a aproximação dos produtores com as entidades que trabalham em prol da Ovinocultura será fundamental para organizar a atividade, bem como levar a informação estrutural da cadeia produtiva e técnica, que permitirá fortalecer a busca da melhoria nos índices produtivos.

Além dele, também o Diretor Técnico da ARCO Edgar abordará o cenário atual de rebanho gaúcho, as características do produtor,  as oportunidades de remuneração da atividade ovina, e a discussão de qual estratégia a ser adotada para a evolução da atividade.

Os palestrantes também irão apontar as oportunidades de mercado, atendendo consumidores cada vez mais exigentes. Os produtos da Ovinocultura hoje estão ocupando um nicho de mercado de extrema exigência, que muitas vezes o preço não é o fator preponderante na decisão de compra do produto.

Assessoria de imprensa I-UMA
Embrapa Pecuária Sul

Telefone: (51) 3239-8958

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/