26/12/17 |   Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Embrapa recebeu visita de 400 professores e alunos em 2017

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Maria José Tupinambá

Maria José Tupinambá - Alunos do Inpa visitam plantio de guaraná

Alunos do Inpa visitam plantio de guaraná

Como uma empresa comprometida com a pesquisa e o desenvolvimento científico e tecnológico na agropecuária brasileira, a Embrapa Amazônia Ocidental, empresa vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), mantém as portas abertas para receber o público em busca de informações geradas pela pesquisa.

Dentre os visitantes mais frequentes em 2017, a empresa recebeu cerca de 400 alunos e professores do ensino médio, graduação e pós-graduação de instituições públicas e particulares, situadas no Amazonas e também dos Estados Unidos.

Recebidos por pesquisadores e técnicos da empresa, os visitantes assistiram a palestras e demonstrações práticas dos experimentos nos laboratórios e campos experimentais da Embrapa em Manaus e Maués. Trocaram informações e puderam interagir com os pesquisadores sobre os estudos com a cultura do guaraná, seringueira, cupuaçu, piscicultura, solos, plantas medicinais e outros.

Os visitantes foram oriundos do Programa de Pós-Graduação em Agricultura no Trópico Úmido, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa); do curso de Doutorado da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); curso de graduação em Geologia da Ufam; curso de Agropecuária e Zootecnia do Campus Parintins e Maués do Instituto Federal de Educação (Ifam); curso de Agronomia do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia (ICET) da Ufam/Campus de Itacoatiara; curso de Agronomia da Ufam;  da Escola Municipal Abílio Alencar; do curso de pós-graduação em Geociências da Ufam; do ensino médio das escolas Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Maria Izabel Desterro e Silva, de Iranduba, e do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga, de Manaus; do curso de engenharia florestal da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), campus Itacoatiara e da University of Northern Iowa (EUA).

Segundo Jan Martinot, professor do ensino médio do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Maria Izabel Desterro e Silva, o objetivo da visita foi mostrar para os alunos a aplicação da ciência em atividades práticas, no caso a agropecuária. “É uma importante complementação para o ensino de ciências, uma vez que os alunos ficam só na teoria, sem saber que o conhecimento científico está aplicado no nosso dia a dia”.

Acompanhando os acadêmicos do curso de Agronomia da Ufam, campus de Itacoatiara, o professor Santiago Linorio Ramos, disse que a visita serviria para mostrar aos jovens estudantes a realidade de uma instituição séria e comprometida com a pesquisa agropecuária. “Queremos motivá-los, despertar o interesse deles para continuarem estudando e atuando em pesquisa”, comentou.

Já os 20 estudantes norte-americanos, acompanhados de três professores, da University of Northern Iowa (EUA), visitaram a Embrapa atraídos pelo interesse em conhecer a realidade local e as linhas de pesquisa na área de biologia.

Para conhecer a Embrapa Amazônia Ocidental, as instituições de ensino devem enviar e-mail para o Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO), setor responsável pela programação e organização das visitas, no e-mail cpaa.nco@embrapa.br ou pelo telefone (92) 3303-7860/ 7898.

 

Maria José Tupinambá (114 DRT-AM)
Embrapa Amazônia Ocidental

Telefone: (92) 3303-7898

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

visitasestudantes