23/02/18 |   Agroindústria  Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Reunião debate aproveitamento de resíduos industriais da avicultura

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Ricardo Moura

Ricardo Moura - Professor Pierre Fechine expõe trabalhos do Grupo de Química de Materiais Avançados

Professor Pierre Fechine expõe trabalhos do Grupo de Química de Materiais Avançados

A Embrapa Agroindústria Tropical realizou na tarde da última quarta-feira, 21, o seminário intitulado “Agregação de valor a resíduos da avicultura de corte: potenciais aplicações na área biotecnológica e de materiais”. Organizado pelo pesquisador Men de Sá Moreira de Souza Filho, o evento teve como finalidade apresentar os laboratórios parceiros, bem como pesquisas nas áreas de biotecnologia e indústria avícola. O objetivo é aproveitar os resíduos da avicultura por meio de biomateriais compósitos, com base em colágeno, nanohidroxiapatita e queratina.

Estiveram presentes o Laboratório de Tecnologia e Processamento do Pescado (Latepe), Grupo de Química de Materiais Avançados (GQMAT) e o Grupo de Biotecnologia Molecular e Estrutural (GBME), do Departamento de Bioquímica da UFC.

O encontro abordou perspectivas de interação e trabalhos conjuntos, a médio e longo prazo. A meta é a busca pela interdisciplinaridade dos laboratórios com a Embrapa e, sobretudo, uma otimização de esforços e recursos a fim de ampliar sua aplicação com a avaliação de outros materiais a partir de grupos de pesquisa específicos.

“Pretende-se com os estudos já existentes ampliar sua aplicação com outros materiais a partir de grupos de pesquisa específicos e a partir dessas parcerias desenvolver novos produtos e aproveitamentos para a indústria avícola”, projeta o pesquisador Men de Sá.

Os resultados de duas dissertações foram temas de palestras: “Preparo de hidrogéis neutros de colágeno, nanoqueratina e bioapatita provenientes de sub-produtos da indústria avícola”, ministrada por Fábio Lima Cavalcante, do programa de pós-graduação em Química (UFC), e “Biocompatibilidade e biodegradação de colágeno, nanoqueratina e bioapatita derivados da indústria avícola”, conduzida por Francisco Fábio Pereira de Souza, do programa de pós graduação em Biotecnologia (campus Sobral).

 

Sobre os laboratórios participantes

O Laboratório de Tecnologia e Processamento do Pescado (Latepe), do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia de Recursos Naturais e Engenharia de Pesca da Universidade Federal do Ceará (UFC), possui parceria com o Laboratório de Biomassa com finalidade de buscar soluções para um melhor aproveitamento de resíduos oriundos da indústria do pescado. A partir desse material residual, o objetivo é recuperar materiais com potencial de aplicação biotecnológico. A perspectiva de futuro dessa relação para o professor Bartolomeu Warlene, coordenador do laboratório, é de um maior estreitamento de laços e, com isso, oferecer à sociedade o desenvolvimento de novos produtos.

Coordenado pelos professores André Luís Coelho da Silva e Bruno Anderson Matias da Rocha, o Grupo de Biotecnologia Molecular e Estrutural (GBME), do Departamento de Bioquímica da UFC, tem como área de atuação o desenvolvimento e purificação de moléculas em compostos bioativos a fim de serem funcionalizadas em materiais produzidos pelo Laboratório de Biomassa da Embrapa.

O Grupo de Química de Materiais Avançados (GQMAT) também compõe esse grupo de parceiros. Sob a coordenação do professor Pierre Fechine, do Programa de Pós Graduação em Química (UFC), tem como linha de pesquisa o estudo “Química de Materiais” e busca com a Embrapa o desenvolvimento e estudo acerca de materiais com potencial de aplicação à agroindústria e aproveitamento de resíduos industriais, biomassa.

Ricardo Moura (DRT 1681 JPCE)
Embrapa Agroindústria Tropical

Carlos Vinícius de Oliveira (estagiário de jornalismo)
Embrapa Agroindústria Tropical

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/