19/04/18 |   Agricultura familiar

Agro Centro-Oeste2018 destaca desafios na produção de alimentos saudáveis

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: UEG

UEG -

Durante a realização da 16ª edição da Agro Centro-Oeste Familiar2018, que acontecerá em São Luiz de Montes Belos (GO), entre os dias 9 e 11 de maio, a equipe técnica da Embrapa Arroz e Feijão, que integra o evento desde a primeira edição, em 2000, apresentará palestras e oficinas, participando também em mesas redondas e exposições de produtos, além do estande institucional, com demonstração de tecnologias e publicações disponíveis ao homem do campo.

Promovida pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), em parceria com as cooperativas de agricultores, sindicatos rurais, movimentos sociais, instituições públicas em âmbito federal, estadual e municipal, centros de pesquisa agropecuária e pela sociedade civil organizada, a Agro Centro-Oeste Familiar2018 terá como tema central “Agricultura Familiar: oportunidades e desafios na produção de alimentos saudáveis”.

Neste primeiro ano em que é coordenada pela UEG, o evento contará com uma inovação: a feira livre sendo realizada no período noturno, no Parque Bela Vista (Espelho D’Água), objetivando maior visibilidade e melhor comercialização dos produtos da agricultura familiar do Centro-Oeste.

A pesquisadora Flávia Alcântara, da Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás - GO), ministrará palestras sobre ‘Agroecologia e Agricultura Familiar’. Para Flávia, a agroecologia é, ao mesmo tempo, uma ciência, uma prática e um movimento. Como ciência, ela prioriza a pesquisa participativa, a abordagem holística e a transdisciplinaridade. Como prática, se baseia em conhecimentos e nas prioridades dos agricultores e agricultoras que a exercem no dia a dia e, como movimento, busca fortalecer a agricultura familiar e camponesa, de forma que se alcance segurança e soberania alimentar. O enfoque agroecológico dos sistemas agrícolas se orienta para o uso responsável dos recursos naturais (solo, água e biodiversidade) e se apoia em práticas como o redesenho da propriedade e o uso sustentável do espaço; a rotação e o consórcio de culturas; a adubação verde; a compostagem; e o controle biológico de pragas e doenças, entre outros. Dentro desse contexto, a Embrapa Arroz e Feijão tem buscado em suas pesquisas avançar no conhecimento sobre o manejo de sistemas agroecológicos, principalmente no Estado de Goiás.

Outro tema de destaque será a palestra sobre ‘Manejo Integrado de Pragas’, a ser apresentado por Flávia Rabelo, entomologista da Embrapa Arroz e Feijão. Atualmente, em diversos cultivos e regiões do país, se verifica a presença de desequilíbrios populacionais de insetos-pragas que vieram a causar sérios prejuízos à lavoura, revelando a necessidade urgente de levar até os técnicos e produtores as tecnologias e conhecimentos existentes para o Manejo Integrado de Pragas (MIP).

A palestra sobre MIP tem esse propósito, de levar aos participantes da Agro Centro-Oeste as tecnologias e conhecimentos existentes sobre manejo e práticas sustentáveis, assegurando uma agricultura mais competitiva, contribuindo, ainda, para a sustentabilidade da produção e a segurança alimentar.

Durante todos estes anos, a Agro Centro-Oeste Familiar tem se consolidado em um espaço aberto de debates, diálogos e construção de conhecimento para o desenvolvimento rural, além de valorização do potencial artístico e cultural dos agricultores familiares.

Confira esta e as demais atividades da Embrapa na Agro Centro-Oeste, acessando em http://www.agrocentro.ueg.br/

 

Hélio Magalhães (DRT MG 4911)
Embrapa Arroz e Feijão

Contatos para a imprensa

Telefone: (62) 3533-2108

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

feijãomipagro centro-oesteagriculturafamiliar