18/05/18 |   Produção vegetal

Workshop em Portel (PA) aborda boas práticas na cadeia produtiva do açaí

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Ronaldo Rosa

Ronaldo Rosa -

O município de Portel (PA) recebe neste sábado (19) workshop que aborda boas práticas de coleta, transporte e processamento de frutos de açaí.  O evento acontece a partir das 18h, no salão paroquial Nossa Senhora de Luz e pretende reunir até cem profissionais que trabalham com o processamento artesanal do fruto, conhecidos na região como batedores de açaí.

O objetivo é transmitir informações sobre os cuidados que devem ser seguidos desde a coleta até a venda ao consumidor, visando a melhoria da qualidade da bebida. O município de Portel faz parte da mesoregião do Marajó, região onde o consumo da polpa do açaí é um hábito alimentar diário de famílias de diferentes classes sociais. "É comum uma pessoa consumir um litro ou até mais de açaí a cada dia", afirma o engenheiro florestal José Leite, da Embrapa Amazônia Oriental.

Além dessa importância na segurança alimentar da população da região, o extrativismo do açaí também é uma das principais atividades geradoras de renda nesses municípios, pois serve tanto ao consumo local quanto à comercialização para outras localidades do Pará. "Considerando o potencial dessa atividade e o alto consumo da bebida na região, a adoção de boas práticas é fundamental para assegurar a sustentabilidade dessa cadeia produtiva e garantir um produto livre de agentes nocivos aos consumidores", avalia Leite.

O workshop faz parte das ações do projeto Bem Diverso, uma parceria entre a Embrapa e o Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD), com recursos de doação do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF). A iniciativa abrange ações em outros biomas do país e é liderada pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. O principal objetivo é conservar a biodiversidade brasileira e gerar renda para comunidades tradicionais e agricultores familiares.

Segundo o pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental Raimundo Nonato Teixeira, que coordena as ações do projeto na região, a adoção de boas práticas no processamento do açaí se enquadra em um dos objetivos do projeto Bem Diverso, que é melhorar o acesso ao mercado dos produtos da biodiversidade.

O evento é realizado pelo Projeto Bem Diverso em parceria com a Emater-PA, Prefeitura Municipal de Portel, Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará, Adepará e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Portel. 

Programação
18h - Abertura

18h 15 - A produção e comercialização de frutos de açaí no estado do Pará - José A. Leite de Queiroz (Embrapa)

18h 30 - Boas práticas de coleta, transporte e processamento de frutos de açaí - Bruno José dos Santos Ferreira (Emater/Breves)

19h - O processamento artesanal de frutos de açaí em Belém - Eder do Amaral Monteiro (SESPA)

19h 30 - Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE - Jandiele Medeiros /(SEMED). 

20h - O processamento artesanal de frutos de açaí em Portel - Nizomar Júnior (Vigilância Sanitária de Portel) 

20h 30 - Pronaf Agroindústria - Milton Nunes da Costa (Emater/Breves) 

20h45 - Encaminhamentos  

Vinicius Soares Braga (MTb 12.416/RS)
Embrapa Amazônia Oriental

Contatos para a imprensa

Telefone: (91) 3204-1192

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

açaíbemdiverso