10/08/18 |   Recursos naturais

Estrutura, carbono orgânico e atividade microbiana são fundamentais para a saúde do solo

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Carlos Dias

Carlos Dias - Rice está envolvido na estratégia governamental norte-americana de conservação do solo

Rice está envolvido na estratégia governamental norte-americana de conservação do solo

No domingo (12/08), começa, no Rio de Janeiro, o XXI Congresso Mundial de Ciência do Solo, já no ritmo do evento a Embrapa Solos (Rio de Janeiro, RJ) recebeu no dia 10 de agosto Charles Rice, professor de microbiologia do solo do Departamento de Agronomia da Universidade Estadual do Kansas, estado da região centro-oeste dos Estados Unidos.

Rice conversou sobre a compatibilidade entre a saúde do solo, segurança alimentar e agricultura sustentável.

“A perda de solo nos Estado Unidos, por erosão, em 2017, foi de duas a cinco toneladas por acre, algumas regiões chegam a perder entre 30 a 40 toneladas. Em Iowa, um estado agrícola, apenas uma tempestade acarretou a perda de 50 toneladas”, revelou Rice.

O cientista, que prefere usar o termo mudança climática em vez de aquecimento global observou que as temperaturas médias à noite nos EUA têm aumentado, “o que não é bom para a agricultura”

Mesmo com adoção de práticas conservacionistas o solo norte-americano não tem reagido bem a essas mudanças no clima. “As consequências são erosão e perda de matéria orgânica, as grandes vilãs da terra”, afirma o pesquisador.

Rice, que concentra suas pesquisas no solo, mudanças climáticas, incluindo as emissões de carbono e nitrogênio nos ecossistemas agrícolas e de pastagens, sequestro de carbono do solo e seus benefícios potenciais, ainda alerta para a perda de alguns micronutrientes pelos solos, como o zinco, que possui impacto direto na saúde humana, afetando o crescimento infantil.

“Creio que os três componentes primordiais da saúde da terra são a sua estrutura, o carbono orgânico e a atividade microbiana. Quando conseguimos isso temos um solo saudável, com biodiversidade, resiliente às mudanças climáticas e com boa absorção de água e de nutrientes”, conclui Rice;

Charles Rice estará no XXI Congresso Mundial de Ciência do Solo no dia 16 de agosto, fazendo parte do painel ‘Mudança de paradigma na ciência do solo: utopia ou realidade?’.

Carlos Dias (20.395 MTb RJ)
Embrapa Solos

Contatos para a imprensa

Telefone: (21) 2179-4578

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

21wcssxxiwcss