24/08/18 |   Agricultura familiar  Melhoramento genético  Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação  Segurança alimentar, nutrição e saúde  Transferência de Tecnologia

Pesquisa agropecuária assina cooperação para desenvolvimento de cana e lúpulo e lança Régua de pastagens na 41ª Expointer

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Paulo Lanzetta

Paulo Lanzetta - A régua possui as medidas ideais para cada espécie forrageira, com as alturas de entrada e saída de pastejo ou corte para as principais espécies forrageiras utilizadas na região Sul do Brasil.Ela serve tanto para bovinos de leite como de corte, podendo ser usada em equinos e ovinos..

A régua possui as medidas ideais para cada espécie forrageira, com as alturas de entrada e saída de pastejo ou corte para as principais espécies forrageiras utilizadas na região Sul do Brasil.Ela serve tanto para bovinos de leite como de corte, podendo ser usada em equinos e ovinos..

A 41ª Expointer, em Esteio/RS, contará nesta edição como uma lista de lançamentos de tecnologias da Embrapa, assinatura de convênios e outros materiais em destaque. A cerimônia do lançamento da Régua de manejo de pastagens BRS Sul, acontece no dia 27/08, às 15h30, no estande do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e contará com as assinaturas de parcerias com empresas que vão fortalecer a cadeia produtiva da cana-de-açúcar e do lúpulo.

A Régua de pastagens BRS Sul auxilia o agricultor a tomar decisões rápidas quanto ao ajuste da carga animal em uma determinada pastagem. Veja mais informações deste lançamento em https://bit.ly/2NcKqi4

Assinatura de convênios
Durante a realização dos lançamentos da Embrapa na 41ª Expointer, no dia 27/08, às 15h30, a Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS) estará assinando o protocolo de intenções com a Limana PoliServiços com a intenção de integrarem esforços entre as partes para execução de trabalhos de pesquisa agropecuária, na realização de testes para desenvolvimento de máquinas e equipamentos para o sistema de produção da cana-de-açúcar e transferência de tecnologias em atividades de dia de campo e contribuição na organização e execução de cursos para agroindústria da cana no Rio Grande do Sul em consonância com os projetos Uso de ativos biológicos em mudas brotadas de cana-de-açúcar (Canativa) e Programa Plurianual Integrado de PD&I em Cana-de-Açúcar (Pluricana). As atividades deste convênio serão realizadas nas dependências da Embrapa Clima Temperado, nas instalações da indústria Limana PoliServiços e também em propriedades de produtores da região de Jaguari e indicados pela Emater/RS-Ascar.

Outra iniciativa de parceria que também terá a assinatura de cooperação técnica, nesta solenidade de lançamentos, é entre a Unidade de pesquisas e a Agropecuária Krusser Eireli, as quais vão realizar trabalhos de pesquisa agropecuária, mantendo uma coleção de lúpulos oriundos da Universidade Estadual de Oregon, EUA. A Embrapa se responsabilizará por guardar e manter as plantas de Humulus lupulus in vitro e dar prosseguimento a pesquisa, enquanto a Agropecuária irá encaminhar e acompanhar o processo de licenciamento junto ao MAPA; obter espécies de cultivares junto a fornecedores creditados; acompanhar o processo de importação;  e dar suporte a pesquisa para desenvolvimento de novas variedades.

Destaques no estande do MAPA
Serão expostas também destaques no estande do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) de outras cultivares lançadas pela Embrapa como o trio de batatas-doce BRS Amélia, BRS Cuia e BRS Rubissol;  as batatas  brancas BRSIPR Bel e BRS F63 Camila;  a cultivar de arroz irrigado BRS Pampeira; as cultivares de pêssego BRS Citrino e BRS RubraMoore e a cultivar de amora-preta BRS Xingu. E as publicações também terão sua vez, com a divulgação do recente lançamento do livro Morangueiro, uma publicação completa sobre o manejo da cultura.

Pavilhão da Raça Jersey
A pesquisa voltada à produção leiteira também terá espaço para divulgar suas tecnologias no estande da Associação de Criadores de Gado Jersey do RS, dentro do parque da Expointer.

A Unidade de pesquisas vai apresentar 11 animais para exposição de gado da raça Jersey. Segundo o pesquisador Darcy Bitencourt, a raça se destaca por seu tamanho corporal (o tamanho da raça Jersey possibilita alimentação com menor custo e maior quantidade de gado por hectare), adaptação em diferentes climas e qualidade do leite ao apresentar maior teor de sólidos, comparado a outras raças, e oferece maior rentabilidade ao produtor.  Além disso, dois exemplares do plantel de jersey da Embrapa irão participar do leilão, que ocorre no dia 29 de agosto, quarta-feira, às 18h, na pista B, do  Parque de Exposições. Durante o período da feira, a Unidade de pesquisas fará parte da realização do Concurso Leiteiro de Sólidos da Expointer 2018.

Atividades com parceiros
Outras atividades com instituições parceiras estão programadas nesta edição da Exposição com a participação da Unidade de pesquisas:

Lançamento da Abertura da Colheita do Arroz, que no próximo ano, terá como sede a Estação Experimental de Terras Baixas (ETB), no Capão do Leão/RS, numa realização conjunta entre a Federarroz e a Embrapa Clima Temperado,  contando com o apoio e patrocínio do Irga. O evento espera mais de cinco mil pessoas participantes, além de representantes de mais de 80% de municípios  arrozeiros  do Estado e visitantes de 10 estados brasileiros e mais visitantes de cinco países do mundo. O ato será feito no dia 27/08, às 12h30, na Casa do Irga.

Reunião do Comitê Pró-Pecã, é um Comitê instalado em 2017, com a finalidade de discutir e promover ações de melhoria nos elos da cadeia produtiva da noz-pecã. Ele é composto por técnicos da Embrapa, universidades, Emater-RS/Ascar e representantes de produtores. A Embrapa conduz o projeto  Bases Sustentáveis para Cultura da Noz Pecã, sob a responsabilidade do pesquisador Carlos Roberto Martins, o qual possui quatro focos de estudo: a identificação geográfica das cultivares, o zoneamento edafoclimático da cultura, a identificação e soluções de manejo fitossanitários dos pomares e a promoção de ações de intercâmbio entre pesquisadores, extensionistas e produtores rurais. A Reunião acontece dia 28/08, às 9h, na Casa do Badesul.

Reunião da Câmara Setorial da Cana-de-Açúcar, é um espaço de discussão e promoção das ações em pesquisa e desenvolvimento da cadeia produtiva da cana-de-açúcar e seus subprodutos. A Embrapa é representada pela atuação do pesquisador Sergio Delmar do Anjos e Silva, através dos projetos Uso de ativos biológicos em mudas brotadas de cana-de-açúcar (Canativa) e Programa Plurianual Integrado de PD&I em Cana-de-Açúcar (Pluricana). O encontro acontece dia 28/08, às 14h, no Auditório da Administração da Expointer 2018.

Reunião do Comitê do Campo Grupo RBS, é um Comitê que será instalado para debater temas relevantes do agronegócio e apresentar  propostas para os principais gargalos. O chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Clenio Pillon, vai ocupar assento neste Comitê, marcado para o dia 28/08, às 16h30, na Casa RBS.

Reunião do Grupo de Trabalho (GT) Olivicultura, são reuniões com representantes da cadeia produtiva para avançar nas condições  de  produção da cultura, manejo, e incentivos de políticas públicas elaboradas para alavancar o setor. A Embrapa faz parte deste GT, tendo contribuído com a entrega do Zoneamento Edafoclimático  da Olivicultura para o RS, que identificou as regiões mais propícias para a produção das oliveiras em solo gaúcho. Além disso a Unidade de pesquisas possui um olival com várias cultivares adaptadas a região Sul, como também, um Laboratório de Qualidade de Azeites. O encontro acontece dia 29/08, às 10h, na Casa do Badesul. Nesta mesma data, se realiza a Tarde da Olivicultura. A partir das 14h, no Auditório da Administração da Expointer 2018, onde serão feitos o lançamento do III Encontro Estadual da Olivicultura e a celebração de um ano de atuação do  Instituto Brasileiro da Olivicultura (Ibraoliva), criado na Expointer de 2017.

Uma homenagem da Associação de Criadores da Raça Jersey do RS, pela passagem dos seus 70 Anos,  será entregue à Unidade de pesquisas, no dia 29/08, às 18h30, por ocasião do Leilão da raça jersey, no Pavilhão de Gado Leiteiro do Parque de Exposições Assis Brasil.

Painel da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul- APIL/RS - Cadeia Láctea - O impacto das alterações da IN62, vai contar com a participação da pesquisadora Maira Zanela, que irá debater os desafios e rumos da cadeia láctea junto as principais entidades do setor como Seapi, SDR, Mapa, Emater, Famurgs, Fetag, Sindilat, IGL, Ocergs, entre outras. A atividade ocorre no dia 29/08, às 15h, na Casa da APIL/RS, em frente à pista de apresentação de equinos.

Cristiane Betemps (MTb 7418/RS)
Embrapa Clima Temperado

Contatos para a imprensa

Telefone: (053) 3275-8215

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens