18/09/18 |   Gestão Estratégica

Abin apresenta engenharia social a funcionários da Embrapa em SE

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Saulo Coelho

Saulo Coelho - Nicoletti mostrou exemplos dos perigos e como se prevenir

Nicoletti mostrou exemplos dos perigos e como se prevenir

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) recebeu na terça-feira (18) o oficial da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) André Ulysses Nicoletti, que apresentou a palestra ‘Engenharia Social – Atacando o elo mais fraco da segurança’. 

A palestra aconteceu no auditório da Unidade na capital sergipana, e contou com a presença de pesquisadores, analista, técnicos e assistentes de pesquisa. A iniciativa é fruto da parceria de longa data entre a Embrapa e a Abin, e integra a programação do Dia do Profissional de Inteligência, comemorado em 6 de setembro. 

O evento foi aberto pelo chefe-adjunto de Administração em exercício da Unidade, Paulo César de Carvalho, e pelo superintendente da Abin em Sergipe, Juliano Ribeiro.

Sobre engenharia social
A engenharia social é um método de ataque muito utilizado na internet e outros meios que explora vulnerabilidades psicológicas ou a ingenuidade das pessoas para obter informações pessoais ou institucionais. Essas informações detalhadas são empregadas posteriormente em ações criminosas ou de espionagem. 

Essa ferramenta pode ser utilizada por agentes adversos para obter de uma pessoa informações estratégicas. O atacante faz uso de conhecimentos avançados de psicologia para persuadir a vítima a entregar informações sigilosas, pessoais ou institucionais, em ações criminosas de espionagem.

A Abin recomenda a profissionais de áreas estratégicas, e mesmo pessoas em geral, que fiquem atentos e sempre desconfiem de e-mails, ligações telefônicas e contatos via sistemas e aplicativos de troca de mensagens que solicitem muitas informações pessoais ou sobre colegas de trabalho ou familiares.

Importância para Embrapa
A Embrapa é uma das mais importantes empresas públicas do Brasil (um dos maiores produtores de culturas alimentares do planeta e detentor da mais ampla diversidade biológica e de cobiçadas reservas de água), e concentra em sua Sede e 42 Unidades Descentralizadas uma vasta quantidade de dados e informações estratégicos para a segurança nacional.

Informações sensíveis, como coleções genéticas de culturas de grande relevância econômica, conhecimentos sobre biossegurança e fitossanidade, uma miríade de dados de pesquisas em andamento, entre outras, são de extrema importância estratégica para o país e a sociedade brasileira, e têm riscos potenciais de sofrerem ataques maliciosos de outros países e de empresas privadas com interesses obscuros.

Os quase 10 mil funcionários, além de outros milhares de terceirizados, estagiários e bolsistas, também podem ser alvos de ataques pessoais, sabotagens e tentativas de fraude financeira, por exemplo.

Saulo Coelho (MTb/SE 1065)
Embrapa Tabuleiros Costeiros

Contatos para a imprensa

Telefone: (79) 4009-1381

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Galeria de imagens

Encontre mais notícias sobre:

segurança da informaçãoabinengenharia socialespionagem