10/10/18 |   Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Curso na Embrapa aborda métodos mais modernos para identificação de bactérias

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Equipe de pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) realizam curso sobre taxonomia polifásica para avaliação da diversidade microbiana, de 27 a 29 de novembro, na Embrapa Meio Ambiente, com a finalidade de abordar os principais métodos de estudo envolvidos e necessários para a identificação de uma nova espécie.

Coordenado pelos pesquisadores Itamar Melo e Juliane Koba, conta com aulas teóricas e práticas, para profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação que trabalham ou pretendem trabalhar nessa área.

Conforme Itamar, o programa trata dos métodos mais modernos para a identificação de bactérias que se baseiam na taxonomia polifásica, que é a integração de diferentes tipos de dados e informações a respeito dos micro-organismos e, integra todos as informações genotípicas, fenotípicas e filogenéticas.

"Os métodos genotípicos são direcionados às moléculas de DNA e RNA, explica Itamar. Incluem determinação do conteúdo de DNA, estudos sobre hibridização DNA-DNA, determinação das sequencias dos genes rRNA, entre outros. Já os métodos fenotípicos incluem a taxonomia numérica, análises de ácidos graxos, estudos fisiológicos, caracterização de colônias, dentre outros".

Um dado importante é que recentemente, o sequenciamento do genoma tem também contribuído na identificação de micro-organismos.

São 20 vagas. O valor da inscrição é R$ 500,00. Para pré-inscrição, acesse
https://www.embrapa.br/meio-ambiente/curso-embrapa-meio-ambiente

Mais informações: cnpma.eventos@embrapa.br

 

Cristina Tordin (MTb 28.499/SP)
Embrapa Meio Ambiente

Contatos para a imprensa

Telefone: 19 3311 2608

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/