28/11/18 |

Cinco profissionais da Embrapa estão os 100 mais influentes do agronegócio

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

A revista Dinheiro Rural acaba de destacar, na sua edição especial de novembro, a relação das 100 personalidades mais influentes do agronegócio nacional. E pela primeira vez cinco empregados da Embrapa (quatro do quadro e um aposentado) estão entre os escolhidos: Cleber Soares (diretor de Inovação e Tecnologia), Evaristo de Miranda (chefe-geral da Embrapa Territorial), Maurício Antônio Lopes (ex-presidente), Renato Rodrigues (pesquisador da Embrapa Solos e coordenador da Associação Rede ILPF) e Sebastião Barbosa (presidente).

No grupo foram selecionados representantes de setores estratégicos,  como agricultura, proteína animal, bioenergia, cooperativas, entidades, universidades, pesquisa, inovação e tecnologia, insumos, finanças, logística, governo, iniciativa sustentável e consultoria. A lista foi elaborada a partir da indicação de líderes do setor, jornalistas especializados em agropecuária e consultores do agronegócio.

"Eles indicaram as suas preferências em uma seleção que supera em muito os 100 nomes. Por isso, os indicados fazem o papel de porta-vozes de um setor pujante, que movimentou R$ 1,4 trilhão de Produto Interno Bruto no ano passado e que tem segurado a balança comercial do País na última década", explica Vera Ondei, editora da revista, que completará no ano que vem 15 anos de criação.

Sebastião Barbosa

O novo presidente da Embrapa foi descrito pela revista como um engenheiro agrônomo e pesquisador aposentado que tomou posse em outubro anunciando uma maior aproximação da Embrapa com o setor produtivo, por meio de associações, cooperativas, sindicatos, federações e da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

Cleber Soares

A Dinheiro Rural destacou o veterinário Cleber Soares pela liderança da área de inovação e tecnologia da Embrapa e por ter chamado a atenção, no ano de 2018, para um mercado que ainda é considerado inexplorado ("um oceano azul"): o consumo de proteína vegetal no mundo, que tende crescer de forma exponencial em níveis globais. Cleber citou como exemplo para a revista a demanda por oleaginosas como o grão de bico, que deve alcançar 30 milhões de toneladas até 2050 e ainda não tem um grande fornecedor mundial definido.

Mauricio Antônio Lopes

"Ele presidiu a Embrapa de 2012 a 2018 e em outubro passou o bastão. Deixa o comando da estatal, mas segue na vida de pesquisador", inicia o texto da Dinheiro Rural, salientando que o ex-presidente é um entusiasta da Internet das Coisas (IoT) e acredita que as fazendas são um espaço nobre para essa realidade, levando em consideração a complexidade dos sistemas de produção agropecuários brasileiros. Lopes estará de mudança para a Áustria no início de dezembro, para cumprir um programa de cientista visitante junto ao International Institute of Applied Systems Analysis (IIASA).

Evaristo de Miranda

Um dos resultados recentes da Embrapa Territorial foi indicado pela revista como um dos mais relevantes para o agronegócio brasileiro no ano: o que revelou que a participação do produtor rural na preservação é muito maior do que se imaginava. Agricultores, pecuaristas, silvicultores e extrativistas destinavam, no começo de 2018, mais de 218 milhões de hectares à preservação da vegetação nativa - o equivalente, segundo Evaristo, a R$ 3,1 trilhões. O estudo foi referendado posteriormente por dados da Nasa e passou a ser um dos conteúdos mais acessados no Portal da Embrapa.

Renato Rodrigues

Foi indicado por conta da Rede de Fomento ILPF, parceria público-privada criada em 2012 para incentivar a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, com meta de incentivar a adoção da tecnologia em 19 milhões de hectares brasileiros até 2020. Seis anos depois, a iniciativa foi transformada em uma associação para permitir a entrada de novas empresas e facilitar a gestão dos projetos financiados pela PPP.

Clique aqui para acessar a matéria completa.

Robinson Cipriano (MTb 1727/88-DF)
Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (SIRE)

Contatos para a imprensa

Telefone: (61) 3448-4285

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

agronegóciodinheiro rural