24/04/19 |   Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Embrapa assina quatro novos acordos de parceria com o setor produtivo

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Por ocasião das comemorações dos seus 46 anos, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinará amanhã (24) quatro importantes acordos para promover inovações no setor produtivo brasileiro. As assinaturas acontecerão durante a solenidade de aniversário, às 14 horas, no pavilhão Ciência para Vida, na sede da Empresa, em Brasília-DF.

O primeiro acordo será com o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, também conhecido como BrC. Integrado pelo Distrito Federal e os estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Maranhão, Tocantins e Goiás, busca unir esforços para o fortalecimento da agropecuária e o desenvolvimento rural na Região. Está previsto no âmbito da parceria o intercâmbio de dados e informações para elaboração de estudos e aprofundamento do conhecimento técnico-científico, em especial na cooperação com a assistência técnica e extensão rural (ATER).

Para o Secretário-Executivo do Consórcio, Jader Afonso, a integração entre as equipes da Embrapa e das Unidades Federativas do Consórcio trará muitos frutos para a região. “A Embrapa, com sua grande expertise, vai nos auxiliar a disseminar técnicas mais aprimoradas para melhorar a produção e competitividade dos produtos comercializados na região, isto beneficiará milhares de produtores rurais, dentre estes, aqueles de pequeno porte e de economia familiar, que são carentes de técnicas e tecnologias aplicadas à produção”, planeja.

Incrementar a qualidade dos produtos de origem animal e vegetal no ambiente de atuação do Consórcio também está previsto no acordo, assim como atividades em áreas como regularização fundiária; exportação; sanidade e qualidade dos produtos agropecuários; além de infraestrutura e logística.

Segundo o diretor-executivo de Inovação e Tecnologia da Embrapa, Cleber Soares, esta é uma oportunidade para uma atuação conjunta em prol de se estabelecer um ambiente de inovação para a agropecuária da região. “Para além de aumentar a produtividade agrícola nesses estados, precisamos avançar agregando valor aos produtos, propiciando a abertura de novos mercados e assim levando mais renda e qualidade de vida para os produtores e a população em geral”, afirmou.
 
Biotecnologia

 
Embrapa e Corteva AgriscienceTM, Divisão Agrícola da DowDuPont, avançam na parceria em pesquisa que aplica técnicas de edição gênica para trabalhos na área de soja tolerante à seca e à fitonematóides e assinam Termo de Compromisso com esse objetivo. As duas instituições desenvolverão pesquisas conjuntas utilizando a tecnologia Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats (CRISPRs-Cas9) para a edição de genomas.

O diretor-executivo de Inovação e Tecnologia da Embrapa, Cleber Soares, comemora a assinatura do Termo de Compromisso. “Com o CRISPR/Cas 9 a Embrapa passa a utilizar uma tecnologia de ponta que propiciará um enorme avanço para os nossos programas de melhoramento”, disse.

A Embrapa e a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) assinam Termo de Cooperação Técnico-Financeira no valor de R$ 7,2 milhões. O valor será destinado ao fomento à inovação tecnológica e ao empreendedorismo agrícola em comunidades de 12 municípios localizados no entorno das barragens do Complexo de Paulo Afonso e as Usinas Hidro Elétricas de Itaparica (Luiz Gonzaga) e Xingó, nos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe.

A cooperação prevê a execução do projeto "Ações de desenvolvimento para estudantes e produtores agropecuários (bovino, caprino, ovino, abelha, galinha, hortaliças, frutas, milho, feijão, mandioca) dos Lagos do São Francisco – PE/SE/AL/BA". O Projeto Lagos do São Francisco tem a participação também do BNDES, de prefeituras municipais e outros órgãos públicos e privados.

Em três anos, a equipe de profissionais da Embrapa Semiárido responsável por atividades de pesquisa, de transferência de tecnologias e de desenvolvimento estenderá a cerca de 1000 agricultores os benefícios diretos do projeto. Outros 3000 irão se beneficiar indiretamente com a participação em dias de campo, palestras, cursos, distribuição de mudas e sementes, além de publicações e materiais técnicos.

A área de atuação do projeto se estende por mais de 11.300 km2 do Submédio e o Baixo São Francisco. De acordo com o pesquisador Pedro Carlos Gama da Silva, Chefe Geral da Embrapa Semiárido, a construção das usinas hidroelétricas altera a dinâmica agrícola das áreas de influência com impacto sobre os sistemas de produção tradicionais.

O projeto fará chegar a segmentos importantes da agropecuária regional um conjunto de inovações em áreas diversas: conservação do solo, hortaliças, fruticultura, apicultura e sistemas pecuários de projeto (carne e leite). Para Pedro Gama, as comunidades e municípios podem ganhar um incremento na rotina produtiva a partir do uso das potencialidades dos lagos e da inserção de novas atividades econômicas na agropecuária.

A cooperação entre Embrapa e Chesf em ações de desenvolvimento teve início em 2010 com a implantação do Projeto Lago de Sobradinho. Em 2017, o Projeto recebeu do Ministério da Integração o Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional na categoria “Projetos Inovadores para Implantação no Território”.
    
Novas seleções de uvas
 
Embrapa Uva e Vinho e a Associação de Produtores de Uva do Vale realizam assinatura de convênio de cooperação técnica para validação de novas seleções avançadas de uva de mesa adaptadas para o semiárido nordestino. A avaliação prevê testes agronômicos relacionados à produtividade, tolerância a doenças e também avaliação mercadológica.

A iniciativa visa disponibilizar, com o apoio do setor produtivo, de forma mais rápida novas cultivares que irão aumentar a competitividade dos viticultores do semiárido brasileiro, tanto no mercado interno como no mercado externo, a exemplo da BRS Vitória que garantiu seu espaço no concorrido mercado europeu.

Rose Lane César (MTb 2978/DF)
Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa

Contatos para a imprensa

Telefone: (61) 3448-1861

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

46 anoscortevachesfbrc