07/10/19 |   Transferência de Tecnologia

Embrapa apresenta soluções práticas e acessíveis ao EsalqShow 2019

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Arquivo Embrapa

Arquivo Embrapa -

Três Unidades da Embrapa participam do EsalqShow 2019, que acontece de 9 a 11 de outubro, em Piracicaba, SP, com apresentações em videos de soluções tecnológicas para produtores, cooperativas, certificadoras de alimentos, de vários segmentos, além de instituições de pesquisa, com precisão, qualidade e baixo custo.  

A Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) leva o aplicativo Zarc Plantio Certo, lançado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em junho, que permite consultar as janelas de plantio em que há menor chance de frustração de safra devido a eventos climáticos adversos para mais de 40 culturas agrícolas e sistemas de produção, em todos os municípios do território nacional. As informações são do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), cujas recomendações devem ser seguidas pelos produtores rurais para acessar os recursos do Proagro e do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), e até então eram divulgadas somente em portarias do Diário Oficial da União ou no site do ministério. Com o aplicativo, a consulta por meio de tablets e smartphones passa a ser mais rápida e de fácil compreensão. O aplicativo está disponível gratuitamente na loja da Embrapa.(https://play.google.com/store/apps/details?id=embrapa.br.zonamento&hl=en_US)

Lançada também neste ano, em abril, a plataforma AgroAPI, pioneira no Brasil, disponibiliza informações e modelos gerados pela Embrapa que podem ser utilizados por empresas e startups para a criação de softwares, sistemas web e aplicativos móveis, com redução de custo e de tempo. Os dados são disponibilizados de forma totalmente virtual por meio de APIs (Interface de Programação de Aplicativos, na tradução do inglês) – um conjunto de padrões e linguagens de programação que permite, de maneira automatizada, a comunicação entre sistemas diferentes de forma ágil e segura. O acesso à plataforma da Embrapa pode ser gratuito, para uma versão degustação, ou pago de acordo com volume de requisições de APIs. O endereço é www.embrapa.br/agroapi.

A Embrapa Informática Agropecuária também vai apresentar o programa de aceleração se starups TechStart Agro Digital (http://venturehub.se/techstartad/ ), promovido em parceria com a Venture Hub. Foram selecionadas 13 empresas com tecnologias digitais nas áreas de bioinformática, defensivos, operações de crédito, agricultura de precisão, pecuária, irrigação, drones e cana-de-açúcar. O encerramento desta primeira rodada deve acontecer em fevereiro do próximo ano. O programa TechStart Agro Digital conta também com o apoio da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

A Embrapa Instrumentação (São Carlos, SP) apresenta vídeos com soluções para diferentes cadeias produtivas. Um exemplo é o equipamento de análise de grãos, que classifica defeitos em grãos de soja, por análises ópticas, precisas, rápidas, objetivas, de baixo custo, sem interferência humana (subjetividade), que pode atender produtores, cerealistas, cooperativas, trading companies, esmagadoras/processadoras, certificadoras de alimentos, terminais logísticos no interior (ferroviários, hidroviários e rodoviários) e terminais de elevação nos portos e transbordo dos navios. Ainda em fase de desenvolvimento, em parceria com a empresa Brasil Agritest (São Carlos, SP), deve chegar ao mercado em 2020.

A ressonância magnética nuclear para análise de alimentos, óleos e sementes, é um método para medir teor de óleo de palma por RMN em frutos de dendê (polpa e castanha), com uso da tecnologia SpecFIT, onde otimiza a produção de óleo, com preparo rápido de amostras, sem gerar resíduos, medidas aferidas em 30 segundos com resultados de alta precisão, equipamento de fácil calibração e mínima manutenção, robusto e portátil, não necessita de mão de obra especializada e é adaptável para diferentes aplicações. Pode atender indústrias de extração de óleo e produtores de palma (cooperativas e associações). Já está no mercado, em parceria com a empresa Fine Instruments Technology – FIT (São Carlos, SP).

O visitante também terá informações sobre a sonda para avaliação de qualidade do leite cru - amostras líquidas com uso da reflexão da luz detectada por sensor óptico, com determinação precisa da condição do leite cru (in loco), que avalia estabilidade - normal, LINA (Leite Instável Não Ácido) ou ácido e elimina subjetividades das técnicas tradicionais, atendendo  produtores, laticínios e instituições de pesquisa e de fiscalização. Está em fase de desenvolvimento, em parceria com a empresa Dairy Equipamentos e Importações Ltda. (Curitiba, PR), devendo chegar ao mercado em 2020.

O irrigador acionado pela luz solar, sistema simples, de baixo custo, por gotejamento, pode ser usado em jardins, hortas, floriculturas, agricultura em pequena escala, permite dimensionamento em diferentes tamanhos e atende a moradores das cidades, do campo, com economia de energia elétrica e água. Já disponível em duas condições, com instruções gratuitas para montagem no portal da Embrapa, o kit vendido pela empresa Lareano e Silva Ltda. (São Carlos, SP).

Resultado de uma inovação aberta, o AGLIBS 1.0, robô com inteligência artificial para análise de solos na agricultura, é utilizado como ferramenta no mapeamento de solos, para auxílio à tomada de decisão nas recomendações de manejo agronômico. O robô não gera resíduos químicos, dispensa o tratamento prévio das amostras e tem rapidez e precisão na obtenção dos resultados, com redução nos custos de análises, gerando mapas digitais disponibilizados por meio de aplicativos de celular. Atende laboratórios agronômicos, cooperativas, revendas agrícolas, empresas prestadoras de serviços de agricultura de precisão e já pode ser encontrado no mercado, em parceria com a empresa Agrorobótica Ltda (São Carlos,  SP).

A Embrapa Meio Ambiente irá apresentar o Software AQUISYS, sistema informatizado desenvolvido para facilitar o acesso a informações, orientações e a cálculos, com aplicabilidade imediata à sustentabilidade dos sistemas de produção aquícolas. Possibilita, assim, a inclusão de novas informações e espécies, assim que disponibilizadas, organizadas e validadas. Foi desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente, Embrapa Tabuleiros Costeiros, Embrapa Pesca e Aquicultura, Embrapa Pecuária Oeste e Embrapa Amazônia Ocidental, em parceria com a  Apta: Polo Regional Leste Paulista Monte Alegre do Sul.

 

Cristina Tordin (MTB 28499)
Embrapa

Contatos para a imprensa

Telefone: 19 3311 2608

Edilson Fragalle (MTB 21.837/SP)
Embrapa

Contatos para a imprensa

Telefone: 16. 2107-2807

Graziella Galinari (MTB 3863/PR)
Embrapa

Contatos para a imprensa

Telefone: 19. 3211-5806

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/