16/07/20 |   Comunicação

Programação comemora 45 anos da Embrapa Semiárido

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Neste ano de 2020, a Embrapa Semiárido completa 45 anos de atuação voltada para a sustentabilidade da agropecuária na região semiárida brasileira. Em comemoração, o centro de pesquisa divulga uma programação que conta com uma série de palestras, capacitações e outros eventos, em suas mais diversas áreas de atuação, todos realizados de forma online

O centro de pesquisa foi criado em março de 1975, com a missão de gerar conhecimentos, tecnologias e inovações para promover a produção agropecuária no ambiente quente e seco do Semiárido, que predomina no Nordeste e norte de Minas Gerais. Desde então, vem desenvolvendo inúmeras pesquisas com foco na agropecuária dependente de chuva, na agricultura irrigada, bem como no uso sustentável dos recursos naturais.

Entre as suas principais contribuições ao longo desses anos está a adaptação de fruteiras às condições de solo e clima da região, em parceria com outras instituições e com o setor produtivo. O resultado desse trabalho é produção de uva e manga, já consolidada no mercado, além das novas culturas que vêm sendo introduzidas mais recentemente, como a maçã, o caqui e a pera.

A instituição também vem se dedicando ao desenvolvimento e lançamento de variedades de plantas mais adaptadas para o cultivo comercial na região, como a cebola BRS Alfa São Francisco, tolerante a temperaturas elevadas, cultivares de feijão-caupi tolerantes à seca e com maior teor de proteína nos grãos, clones de umbuzeiro, além da primeira variedade de maracujá-da-caatinga, a BRS Sertão Forte.

Outros resultados favorecem não somente a região, mas todo o país, a exemplo do desenvolvimento da BRS Guaraçá, porta-enxerto para goiabeira resistente ao nematoide das galhas, um dos mais importantes problemas da cultura em todo o mundo.

A atuação da Embrapa Semiárido se destaca, ainda, no desenvolvimento e recomendação de práticas agropecuárias, como o uso de reguladores vegetais e estratégias de aplicação para manejo da floração das mangueiras – o que permite a produção em qualquer época do ano –, protocolo para multiplicação de parasitoides exóticos para o controle biológico de mosca-das-frutas, manejo integrado de pragas do melão e de podridões na manga, dietas para alimentação animal com base em recursos forrageiros regionais, entre outros.

O centro de pesquisa também tem atuado em programas e políticas públicas de promoção do desenvolvimento regional, tendo realizado trabalhos pioneiros com uso de águas salinas e com captação e uso de água de chuva, que resultaram em programas que garantem à população rural do Semiárido o acesso a água para consumo e para produção.

A unidade de pesquisa lidera atualmente importantes portifólios de pesquisa da Embrapa voltados para a convivência com a seca, agricultura irrigada e fruticultura tropical. Suas pesquisas e ações também englobam temas como a integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), agroecologia e inovação social, agricultura de baixo carbono, agricultura biossalina, conservação da raça Sindi, entre outros.

Para conhecer mais sobre a atuação da Embrapa Semiárido acesse o site www.embrapa.br/semiarido e acompanhe a programação de eventos.

 

PROGRAMAÇÃO

12/08, às 19h Live: Uso do ILPF na Região Nordeste 
13/08, às 20h Live: Impacto da Pandemia no Mercado de Frutas
24/08, às 19h Ecofisiologia de Sementes e Plântulas  (link em breve)

 

 

CURSOS ONLINE

Fertirrigação - aplicação de fertilizantes e agroquímicos via água de irrigação
Produção e tecnologia de sementes e mudas

 

 

EVENTOS GRAVADOS

Live: Avanços e Desafios da Agricultura Familiar no Semiárido
Live: Controle Biológico em Fruteiras Tropicais
Mesa Redonda: Manejo e Consrrvação de Solo e Água no Semiárido
Live: Papo de inseto - Deu icho na minha fruta, e agora?
Garoa no Campo #Inovação – Maratona para ideação de soluções inovadoras na Agropecuária
Painel Dia D - Fazenda Carnaúba: Forrageiras Alternativas para os Rebanhos no Semiárido
Webinar - Reflexos da Pandemia nos Processos de Exportação e Importação
Live: Como a palma forrageira pode aumentar a oferta de forragem e de água no sistema pecuário do semiárido brasileiro
Live: Viticultura no Semiárido
Live: Perspectiva para a exportação de frutas do Vale do São Francisco
Live: ILPF no Nordeste – Aprendizados e desafios
Live: “Dá para ter lucro com pecuária no Nordeste” 
Live: “Tecnologias pós-colheita de frutas tropicais e as demandas de mercado”
Palestra Digital: “Aplicação da espectroscopia Vis-NIR na avaliação e monitoramento da qualidade de frutas” 
Live: “Os 5 desafios  da aquicultura no Nordeste – do litoral ao Semiárido”
Palestra: “Efectos sobre Enfermedades, Insectos e Malezas”
Webinar: "Mapeando e interpretando o Nordeste do Brasil"
Seminário virtual: “Impactos potenciais da Covid-19 sobre a fruticultura tropical”
Webinar: “O efeito da quarentena no mercado da manga”



 

Fernanda Birolo (MTb 81/AC)
Embrapa Semiárido

Contatos para a imprensa

Telefone: (87) 3866-3600

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

semiarido45-anos