07/12/20 |   Transferência de Tecnologia

Parceria com a FAO em livros infantis e adultos

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Embrapa Solos

Embrapa Solos - A capa do livro que faturou o terceiro lugar

A capa do livro que faturou o terceiro lugar

Aproveitando o gancho do Dia Mundial do Solo (05 de dezembro) a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a União Internacional de Ciência do Solo (IUSS), e a Parceria Global pelo Solo (GSP) lançaram um concurso de livros científicos para crianças sobre biodiversidade do solo com o tema "Mantenha o solo vivo, proteja a biodiversidade do solo”.

Os livros, destinados a crianças entre 06 a 11 anos, deveriam mostrar o papel vital que a terra e a biodiversidade exercem para garantir o bem estar humano, assegurando a produção agrícola futura e a sustentabilidade do meio ambiente.

Para alegria da equipe da Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ), a publicação ‘The home of life. I am a living soil’, com quatro autores do centro de pesquisa carioca: Claudio Capeche, Julia Stuchi, Alexandre Cotta e Kelita Andrade, acompanhados de Milena Pagliacci, Fabricio de Martino, Antonio Augusto Bianchi e Maya Stuchi Tedjini faturou o terceiro lugar. 

“Sempre acompanho as notícias relacionadas ao Dia Mundial do Solo, quando soube do concurso fiquei muito interessada porque já escrevi alguns livros”, conta a analista Julia Stuchi. “Só que não contava com um ilustrador”. O problema foi resolvido com a participação da artista plástica Milena Pagliacci, parceira de lives da Embrapa Solos na execução dos mapas mentais dos encontros.

Curiosamente, uma grande colaboradora da obra foi a filha da Julia, a Maya. Com apenas sete anos ela ajudou os autores na “tradução” do texto para uma linguagem mais adequada ao público infantil.

Já o nono lugar também foi para uma publicação da Embrapa Solos: ‘The amazing untold history of soil biodiversity and our welfare’, escrito pelo pesquisador Fabiano Balieiro.

Saiba mais aqui.

Dois capítulos em livro sobre biodiversidade do solo

Já a pesquisadora da Embrapa Solos, Ana Paula Turetta, é uma das autoras de dois capítulos do livro ‘Estado do conhecimento da biodiversidade do solo - Situação, desafios e potencialidades’, recém-lançado pela FAO, com pouquíssimos brasileiros envolvidos.

“Creio que a questão mais interessante é mostrar essa interface do solo, a questão da biodiversidade está muito relacionada com a vida na terra, um solo saudável, vivo”, diz Turetta. “Isso tem relação com vários outros serviços. Na verdade, está conectado com todos os serviços que a terra pode prestar. E também está ligado às múltiplas funções do solo. Os capítulos nos quais participei têm essa pegada, de fazer uma integração entre os temas. Trazer a questão da biodiversidade para essa escala um pouco maior de mudanças climáticas e ameaças, e também a conexão com outros serviços”, conclui a cientista.  

O livro é o resultado de um processo que envolveu mais de 300 estudiosos ao redor do mundo. Ele apresenta de maneira concisa o estado do conhecimento em biodiversidade do solo, e as soluções que a biodiversidade da terra pode apresentar para problemas em diferentes campos. A publicação também representa uma contribuição para aumentar a consciência sobre a importância da biodiversidade do solo, destacando seu papel em encontrar soluções para os problemas globais.

Saiba mais aqui.

Carlos Dias (20.395 MTb RJ)
Embrapa Solos

Contatos para a imprensa

Telefone: (21) 2179-4578

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

faoembrapasolos45anoslivro-infantilbiodiversidade-do-solo