10/06/21 |   Comunicação  ILPF

Conheça os vencedores do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

Foto: Paulo Segatto

Paulo Segatto - Troféu entregue aos ganhadores do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo

Troféu entregue aos ganhadores do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo

Foram anunciadas na noite da última quarta-feira as reportagens vencedoras da primeira edição do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo. O anúncio ocorreu durante o evento on-line Santa Brígida Open Farm.

Na categoria Reportagem escrita, a comissão julgadora escolheu como vencedora Boi da floresta, veiculada na revista Globo Rural em 10 de outubro de 2020 e que teve como autora a jornalista Mariana Grilli Lucas Silva. A reportagem mostra a primeira fazenda brasileira a ter criação de gado com balanço zero nas emissões de carbono, por meio do programa Carne Carbono Neutro, desenvolvido pela Embrapa.  

Na categoria Reportagem em vídeo, foi premiado o trabalho Vacas que pastejam na sombra têm maior produtividade, veiculada pelo programa Globo Rural, da Rede Globo, em 6 de setembro de 2020. A reportagem e edição é de Caroline Dulley, com edição também de Marrey Oliveira Valle Junior. Som externo de Daniel Pinho, imagens de Guilherme Timóteo e edição de imagens de Jaime Martins e Renata Puccinelli.

A reportagem aborda pesquisas desenvolvidas pela Embrapa Cerrados que mostram que o conforto térmico gerado pelas árvores em sistemas ILPF tem efeitos positivos na produção e qualidade do leite e nos índices reprodutivos.

Para contemplar profissionais das instituições associadas da Rede ILPF (Bradesco, Ceptis, Cocamar, Embrapa, John Deere, Soesp e Syngenta) o concurso contou com uma categoria específica para esse grupo. A reportagem vencedora foi Árvores em sistemas integrados acumulam 8 toneladas de carbono por hectare a cada ano, de autoria de Gisele Rosso, jornalista da Embrapa Pecuária Sudeste.

O conteúdo foi veiculado na Agência de Notícias da Embrapa em 11 de maio de 2021 e mostra resultados de pesquisas sobre o sequestro de carbono em sistemas ILPF.

 

Edital e premiação

Todos os vencedores receberão em casa um troféu e certificado. Também terão direito a uma press trip para uma das Unidades de Referência Tecnológica de ILPF espalhadas pelo Brasil. O edital do concurso previa ainda premiação nas categorias Reportagem em áudio e Reportagem em veículo estrangeiro, porém não houve candidatos elegíveis.

Ao todo, o Prêmio Rede ILPF de Jornalismo contou com 40 trabalhos inscritos. Conforme edital, as reportagens deveriam estar no tema “Com a ILPF, produzir e preservar é possível” e deveriam ter sido publicadas entre 1º de julho de 2019 e 15 de maio de 2021.

A comissão julgadora foi composta por cinco pessoas, sendo três jornalistas de instituições da Rede ILPF e dois especialistas em ILPF, sendo um da Embrapa e outro de uma universidade. Os critérios de avaliação foram adequação ao tema, relevância para a divulgação dos sistemas ILPF, qualidade editorial, relevância para a sociedade e criatividade e originalidade.

O Prêmio Rede ILPF de Jornalismo foi uma iniciativa da equipe de comunicação Embrapa que atua no tema ILPF. Ele tem como objetivos estimular, divulgar, apoiar, incentivar e prestigiar trabalhos jornalísticos sobre sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). Ao mesmo tempo, o Prêmio também busca contribuir para o melhor entendimento pela sociedade rural e urbana e pelo poder público sobre a importância da ILPF para a intensificação sustentável da produção agropecuária brasileira.

 

Santa Brígida Open Farm

O anúncio dos vencedores do Prêmio Rede ILPF de Jornalismo ocorreu durante o encontro virtual Santa Brígida Open Farm. O evento teve início nesta quarta-feira e continua nesta quinta-feira, das 19h às 22h (horário de Brasília). Promovido pela Rede ILPF, esta é uma alternativa em tempos de pandemia ao tradicional dia de campo da fazenda Santa Brígida, que ocorre anualmente em Ipameri-GO.

A programação do primeiro dia contou com a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Teresa Cristina, com palestras sobre a ILPF no Brasil, a agricultura brasileira nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, saúde do solo em sistemas integrados, além de um painel sobre adoção de ILPF.

Nesta quinta-feira a programação terá continuidade com palestras sobre financiamento verde, certificação de propriedades e serviços ambientais. Para fechar o evento haverá um painel sobre a indicação do ex-ministro Alysson Paolinelli ao Prêmio Nobel da Paz.

A gravação do primeiro dia estará disponível no site santabrigidaopenfarm.com.br a partir das 16h desta quinta-feira. No mesmo site será possível acessar a sala de transmissão do segundo dia de evento.

Gabriel Faria (mtb 15.624 MG)
Embrapa Agrossilvipastoril

Contatos para a imprensa

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/