Recuperação de áreas degradadas de Reserva Legal (RL) e Áreas de Preservação Permanente (APP).

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: BORGES, Sílvia Zoche

Muitas propriedades, no estado de Mato Grosso do Sul, estão em desacordo com o que estabelece o novo código florestal, necessitando recompor a vegetação nativa das áreas de Reserva Legal (RL) e de Áreas de Preservação Permanente (APPs). Até muito recentemente essa recuperação baseava-se, exclusivamente no plantio de mudas para revegetação, visando acelerar o processo de sucessão secundária. Entretanto, no bioma Cerrado o retorno ao estado anterior, através da sucessão vegetal, pode não ocorrer ou ser extremamente lento, persistindo assim as condições propícias à degradação ambiental. Diversos fatores concorrem para isso, dentre eles, as próprias características de crescimento da vegetação do Cerrado, a elevada mortalidade das mudas encarecendo o custo de implantação, lentidão do processo encarecendo o custo de manutenção, especialmente em áreas infestadas com gramíneas exóticas. Assim outras soluções estão sendo testadas, como o uso de sistemas agroflorestais, como facilitador para a recuperação, e a semeadura direta das espécies nativas. Estas técnicas e processos ainda são pouco conhecidas por técnicos e produtores rurais. As palestras são realizadas conforme demanda e têm 1 hora de duração, em eventos direcionados aos técnicos das ciências agrárias e agricultores.

Serviço: Consultoria Ano de Lançamento: 2016

Onde Encontrar:
Embrapa Agropecuária Oeste
Rodovia BR 163 KM 253,6
CEP: 79.804-970
Telefone: (67)3416-9700
Fax: (67) 3416-9721
Dourados - MS
https://www.embrapa.br/agropecuaria-oeste/

Galeria de imagens