Produção Integrada de Morango em Atibaia e Jarinu, SP

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

O objetivo do projeto é difundir e demonstrar as tecnologias necessárias para implementação da produção integrada de morango (PIMo) nas regiões de Atibaia e Jarinu, SP, utilizando estratégias de treinamento, educação, capacitação, instrumentalização e PesquisAção. A crescente exigência do mercado consumidor por produtos de alto padrão de qualidade e segurança de alimentos tem alterado o paradigma de diversas cadeias produtivas no contexto da sustentabilidade técnica, ambiental e econômica. Neste sentido, os setores produtivos agrícolas têm buscado alternativas ao denominado sistema convencional de produção, visando racionalizar e reduzir o uso de agroquímicos, estimular o equilíbrio do ecossistema e manter a segurança e qualidade dos produtos. O sistema de produção integrada no Brasil teve como cultura pioneira a maçã, experiência que serve de referência a outras espécies cuja demanda por sistemas sustentáveis é significativa. O morangueiro (Fragaria ananassa L.) é uma das hortícolas que mais recebe tratamentos fitossanitários devido ao grande número de pragas e doenças associadas à cultura. Por esta razão, tem sido alvo de veiculação pela mídia de notícias apontando a presença de resíduos de agrotóxicos acima do limite permitido ou de produtos não registrados para a cultura. O sistema de produção integrada se apresenta como alternativa viável de orientação para implementação de boas práticas agrícolas associadas à rastreabilidade e ao registro dos procedimentos durante todas as etapas do processo produtivo, possibilitando a certificação, no caso do morango ele é conhecido como Produção Integrada de Morango (PIMo). Requer treinamentos constantes de extensionistas e produtores rurais, bem como assistência técnica frequente para que os procedimentos preconizados pela pesquisa científica possam ser adaptados e implementados no campo. Assim, é necessário que haja no processo todo um forte componente de geração de confiança no sistema PIMo através do esclarecimento frequente das etapas e funcionamento do processo. Para difundir as informações com certa garantia de que as práticas sejam realmente implementadas no campo, será necessário muitas vezes mostrar que os procedimentos funcionam (aulas teórico-práticas, unidades demonstrativas, técnicos e produtores experimentadores). Esta proposta abrange a implementação prática e difusão da Norma Técnica Específica da PIMo (NTE-PIMo), recentemente publicada como Instrução Normativa n°14, de 01/04/2008, nas regiões de Atibaia e Jarinu, SP.

Ecossistema: Floresta Atlântica

Situação: concluído Data de Início: 09/2008 Data de Finalização: 03/2012

Unidade Lider: Embrapa Meio Ambiente

Lider do Projeto: Fagoni Fayer Calegario

Contato: fagoni.calegario@embrapa.br

Galeria de imagens