A fixação biológica de nitrogênio como suporte da produção sustentável da cultura de cana-de-açúcar no Brasil

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

imagem

Foto: URQUIAGA, Segundo S. C.

A cultura de cana-de-açúcar é uma das mais importantes do Brasil, com grande expressividade sobretudo nas regiões Sudeste, Nordeste e, mais recentemente, Centro-Oeste. Para os estados produtores, o desenvolvimento de tecnologias que aumentem o rendimento e a produção sustentável da cultura é crucial.
Além dos fatores climáticos e do manejo da cultura, outra limitação está associada à pobreza dos solos, especialmente em nitrogênio. Frente a isso, pesquisas desenvolvidas pela Embrapa Agrobiologia, em parceria com a Universidade Estadual do Norte Fluminense e a Universidade Federal do Rio de Janeiro, demonstram que algumas variedades da cultura possuem sistema de fixação biológica de nitrogênio (FBN) muito eficiente, o que pode garantir grande parte da necessidade desse nutriente. Para otimizar a FBN, é necessário adotar estratégias de seleção de variedades, uso da inoculação com bactérias diazotróficas e correção das deficiências nutricionais do solo, entre outras.
Este projeto teve como foco a otimização da nutrição nitrogenada da cultura de cana-de-açúcar baseada na FBN, com o intuito de identificar variedades com alto rendimento e potencial para FBN e avaliar o inoculante para cana-de-açúcar lançado pela Embrapa Agrobiologia. Além disso, foram avaliados o rendimento e a acumulação de nutrientes, principalmente nitrogênio, extraídos por diferentes variedades da cultura, determinando-se a contribuição da FBN e também analisando o impacto da cultura nos estoques de carbono e nitrogênio no perfil do solo.

Situação: concluído Data de Início: 03/2010 Data de Finalização: 02/2017

Unidade Lider: Embrapa Agrobiologia

Lider do Projeto: Segundo Sacramento Urquiaga Caballero

Contato: segundo.urquiaga@embrapa.br

Galeria de imagens